A NTT DoCoMo prepara-se para ser a primeira operadora japonesa a lançar um telemóvel equipado com um chip IC Contactless. O novo equipamento - que permitirá utilizar o telemóvel como meio de pagamento em lojas ou locais que disponham de um leitor de identificação dedicado - deverá estar disponível ainda no mês de Julho e resulta de vários meses de testes, em colaboração com 27 parceiros.



O equipamento, compatível com o i-mode FeliCa Service, garante à operadora um avanço tecnológico face aos seus principais concorrentes como a KDDI e a Vodafone KK, que a empresa pretende explorar quer no domínio dos clientes residenciais, quer sobretudo no que respeita aos clientes empresarias, desenvolvendo aplicações dirigidas a este segmento especifico, suportadas pelos novos equipamentos e desenvolvidas em colaboração com os parceiros envolvidos no lançamento do novo equipamento.



O i-mode FeliCa Service permite que o telemóvel seja utilizado como um porta-moedas, armazenando dados relativos às contas bancárias do cliente, ou bilhetes online arrumados num chip embebido que permite comunicações wireless. A tecnologia utilizada (FeliCa) foi desenvolvida pela Sony e permite que o utilizador efectue transacções diversas, possibilitadas por leitores dedicados que automaticamente registam os dados de cada utilizador.



O site NE Asia explica que aposta neste novo serviço, especialmente vocacionado para o mercado empresarial resulta de algum senso de autocrítica por parte da operadora japonesa que pretende diferenciar claramente a sua oferta empresarial das ofertas concorrentes, o que motivou a investigação nesta mais valia ao iMode, que uniu esforços dos 27 parceiros desde Dezembro de 2003.



No momento existem no Japão 82 milhões de subscritores móveis e o número continua a crescer todos os meses o que motiva uma concorrência feroz entre os principais operadores, que tentam marcar posição junto dos novos subscritores com uma oferta diferenciada e atractiva.



A aposta no Contactless IC da Sony é visto como um movimento de antecipação, uma vez que as concorrentes Vodafone e KDDI já tinham revelado intenções de vir a apostar na tecnologia, embora sem revelarem planos concretos. As previsões da operadora apontam para que num período de um ano e meio após o lançamento do serviço tenham sido angariados 10 milhões de novos subscritores.



À data do anúncio do novo serviço, 39 empresas japonesas garantiram a compatibilidade com os seus serviços que vão desde as lojas de conveniência, estações de serviço, entre outras.



A escolha da tecnologia Sony teve precisamente em atenção a capacidade de expansão do serviço, assumiu a DoCoMo. Paralelamente ao chip a Sony tem trabalhado no desenvolvimento de toda a infra-estrutura FeliCa, por forma a garantir que uma rede de espaços comerciais relativamente vasta irá dispor dos leitores, essenciais para fazer funcionar o serviço, um esforço de aDoCoMo conta beneficiar.



Notícias Relacionadas:

2003-04-14 - NTT DoCoMo estreia telemóveis iMode com maior qualidade de imagem

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.