Realizado pela operadora espanhola Telefónica, o estudo "La sociedad de la Información en España 2002 - Presente y perspectivas" mostra uma boa aceitação do acesso à Internet em banda larga entre os cibernautas espanhóis, apesar número destes continuar a ser diminuto.



De acordo com os dados do estudo, cerca de 16,2 por cento dos internautas espanhóis utiliza serviços de acesso à rede de alta capacidade. Entre o ADSL, o cabo e as ligações sem fios, a banda larga alcançará no final deste ano um total de 1,2 milhões de ligações em Espanha, prevê a Telefónica.



A operadora considera esta uma percentagem elevada, já que o valor só é superado pela Suécia, país em que um em quatro utilizadores acede à rede através de dispositivos de banda larga. Contudo, estes valores são prejudicados por uma taxa de penetração baixa da Internet no país vizinho, de apenas 22,7 por cento. Esta percentagem está muito longe da média comunitária de 37 por cento e dos quase 60 por cento nos Estados Unidos e Coreia do Sul.



Não obstante, um outro inquérito realizado em Espanha pelo INE e pela Comisión del Mercado de Telecomunicaciones (CMT) a 51.500 indivíduos maiores de 16 anos situa a penetração Internet mais abaixo. Apenas 17,4 por cento dos espanhóis tem acesso à rede, duas vezes menos que a média europeia, segundo os dados destas instituições.



Notícias Relacionadas:

2002-06-30 - Número de internautas espanhóis cresce apenas ligeiramente entre Abril e Maio

2002-05-28 - ADSL em Espanha com ritmo de crescimento mais lento

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.