A União Europeia enviou questionários aos vários operadores móveis europeus no âmbito de uma investigação que vem sendo desenvolvida pela autoridades europeias aos preços grossistas do roaming internacional.



A investigação pretende estudar estas taxas, responsáveis pelos preços elevados das chamadas junto do consumidor final que usa o seu equipamento móvel noutros países da UE.



A medida foi anunciada pelo grupo de reguladores europeus (ERG), representativos das autoridades sectoriais de cada país. Sublinhe-se que sendo esta uma matéria que ultrapassa as competências de cada uma das autoridades locais a intervenção da ERG é fundamental há investigação, no sentido de garantir uma visão global antes de actuar.



Em comunicado, a Comissão Europeia congratula-se com a iniciativa e diz que as tarifas elevadas de roaming e a sua complexidade há muito que são motivo de preocupação no seio da Comissão. Recorde-se que a própria Comissão desencadeou a investigação aos preços de roaming internacional que deu já origem a penalizações. Os alvos foram dois operadores britânicos (a O2 e a Vodafone) acusados de abuso de posição dominante.



O questionário hoje enviado aos operadores móveis é uniformizado para todos os países e pretende recolher informação sobre a forma de actuação de cada player enquanto comprador e fornecedor de serviços de romaing grossistas internacionais.



A informação recolhida contribuirá para a análise de poder de mercado relevante que compete a cada país fazer no âmbito da nova regulamentação comunitária para as Comunicações Electrónicas e que dará origem a medidas de controle específicas.



Notícias Relacionadas:

2004-07-26 - Comissão Europeia contesta tarifas de roaming no Reino Unido

2004-04-19 - Bruxelas acusa Vodafone e mmO2 de violarem leis da concorrência com roaming

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.