O recente lançamento comercial do serviço de telefonia móvel de terceira
geração (3G) da filial japonesa do grupo Vodafone, a J-Phone, parece ter sido marcado pela falta de terminais.



De acordo com o noticiado pela Reuters, citando fontes próximas à
empresa, a J-Phone disponibilizou apenas 150 terminais a nível nacional no
passado dia 20 de Dezembro, altura em que a operadora iniciou comercialmente
os seus serviços 3G. Segundo declarações da mesma fonte, só depois, na
terça-feira seguinte, a 24 de Dezembro, foram disponibilizados mais 800
terminais.



Foi igualmente confirmado que apenas 31 das perto de 2.000 lojas de
retalho tinham terminais 3G da J-Phone para vender na altura do lançamento
do serviço, possivelmente fornecidos pela NEC, a única das fabricantes com
quem foram estabelecidas parcerias que tinha terminais prontos.



Foi anunciado que antes do final do ano chegariam ao mercado japonês
novos telemóveis J-Phone, mas que poderiam não estar disponíveis antes da
passagem do ano. Os dois outros dois fornecedores principais da J-Phone, a
Sanyo e a Nokia, só deverão lançar os
seus terminais no próximo ano.



Notícias Relacionadas:

2002-12-20 - J-Phone é a primeira operadora do grupo Vodafone a lançar um
serviço 3G


2002-04-24 -
J-Phone adia lançamento de 3G no Japão pela segunda vez

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.