O ministro britânico do comércio e indústria, Douglas Alexander, lançou
uma consulta sobre a desobstrução do espectro radiofónico para serviços
comerciais não licenciados. Na sequência desta consulta existe a possibilidade de se realizar a legalização do acesso grátis de comunidades à Internet através do protocolo 802.11b, uma especificação de redes locais sem fios que funciona no espectro dos 2,4 GHz.



Este tipo de redes é proibido no Reino Unido, embora existam vários projectos piloto já a funcionar no Reino Unido, como por
exemplo, o Consume the Net e free2air.org. O estatuto legal impede-os,
teoricamente, de estabelecer redes.




Segundo o Departamento de Comércio e Industria britânico, esta consulta agora lançada irá discutir se os regulamentos actuais devem permanecer inalterados, se o uso
específico e limitado de espectro sem licença deverá ser permitido, e ainda se as telecomunicações publicas deverão ser permitidas sem licença, mas com um registo base local.



As redes baseadas no protocolo 802.11b, uma sub divisão do 802.11, garantem velocidades de comunicação entre 5,5 e 11 Mbps, mas alguns testes realizados conseguiram chegar aos 20 Mbits. São bastante adequadas para ligar comunidades, ou pequenas regiões, à Internet já que não exigem uma ligação fixa por cabo ou linha telefónica. Os computadores são equipados com uma placa de comunicação wireless que comunica com um gateway de rádio, esse sim ligado por outros meios a fornecedores de acesso à Net.




Embora a 802.11b, e outros standards sem fios, funcionem bem para ligar
pessoas num raio de 300 m a partir de uma estação base não modificada, a
segurança e a atribuição de largura de banda continuam a ser questões
relevantes.



A consulta irá procurar a opinião de todos os interessados, incluindo as
empresas de telecomunicações existentes, fornecedores de sistemas sem fios e utilizadores. A data final para as entregas é o dia 11 de Janeiro de
2002.



A Lucent Technologies é uma das empresas que comercializa produtos baseados no protocolo 802.11b, também chamados de Wi-Fi (veja Notícias Relacionadas). Mas esta norma está a tornar-se cada vez mais comum em comunicações de custa distância, e ainda ontem a Toshiba apresentou em Portugal dois computadores portáteis, o Tecra 9000 e Portégé 4000, que asseguram a compatibilidade com este protocolo.



Notícias Relacionadas:

2001-10-23 - Toshiba inaugura representação em Portugal

2001-03-12 - Governo britânico faz doação de 25.000 computadores

2000-03-20 - Lucent Techonologies apresenta Orinoco

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.