Os dados são da Anacom e mostram que no final do primeiro trimestre de 2017, a taxa de penetração do serviço móvel em Portugal era superior a 164,1 por cada 100 habitantes, um valor que desce para 11,4 quando excluímos os tablets e computadores com acesso à internet.

Os utilizadores de serviços típicos da banda larga móvel (transmissão de dados em banda larga, televisão móvel, etc.) aumentaram, desde abril, para os 6,6 milhões, mais 0,4% face ao trimestre anterior e mais 15,8% em relação ao período homólogo, representando 51,5% das estações móveis com utilização efetiva.

O crescimento da utilização destes serviços continua a estar associado à utilização dos smartphones para aceder à internet. O Barómetro de Telecomunicações da Marktest indica que 95,1% das pessoas que residem em Portugal são clientes de um serviço telefónico móvel.

A MEO é o principal prestador, com 43,9% das estações móveis ativas com utilização efetiva, seguida da Vodafone Portugal com 30,7%. Já a NOS, com uma quota inferior às restantes de 23,5%, foi o prestador que registou o maior aumento no número de estações efetivamente utilizadas no período em análise.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.