O Brasil leiloa hoje as faixas de frequência que vão permitir aos operadores e telecomunicações começar a desenvolver uma oferta móvel de quarta geração no país. A leilão vão a Claro, Tim, Oi (participada da Portugal Telecom), Vivo, Sky e Sunrise Telecomunicações.



As estimativas indicam que as licitações não ultrapassem muito os valores base propostos, tendo em conta que a quantidade de espectro disponibilizada é suficiente para as necessidades dos operadores a concurso, pode ler-se na imprensa brasileira.



Os serviços móveis de quarta geração serão lançados no Brasil no próximo ano. A cobertura do país com 4G vai acontecer de forma faseada, com prioridade para as cidades ligadas ao campeonato do mundo de futebol (em 2014), que serão as primeiras a receber a tecnologia.



Até abril de 2013 todas as cidades que receberão provas do campeonato das confederações, que antecede o mundial, devem ter cobertura 4G. Até dezembro do mesmo ano a tecnologia deve estar também disponível em todas as sedes e subsedes do campeonato do mundo de futebol. A cobertura de todo o Brasil com 4G termina só em 2019.



Prevê-se que o ritmo de adoção do 4G no país seja lento, devido ao preço inicial dos equipamentos e dos serviços, ou às limitações na oferta - como também acontece em Portugal - remetendo para a terceira geração (3G) o suporte à banda larga móvel e a serviços avançados acessível à maioria da população.



De acordo com dados da Associação Brasileira de Telecomunicações existem neste momento no país 54,3 milhões de acessos à banda larga via 3G, dos quais 45,7 milhões são telemóveis e 8,6 milhões são modems.



Com a venda de todos os lotes a leilão - incluindo os destinados ao reforço da cobertura móvel em áreas rurais - a ANATEL, regulador brasileiro das comunicações, encaixará, pelo menos,1,5 mil milhões de euros.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico




Cristina A. Ferreira

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.