Uma notificação emitida ontem na Malásia adverte que, a partir de agora, é vetado o acesso a departamentos governamentais a todos aqueles que se façam tenham na sua posse um telemóvel ou PDA. De acordo com a Reuters, esta medida tem como objectivo prevenir que informações secretas sejam captadas pelos equipamentos e distribuídos ilicitamente.



Ao que tudo indica, ainda não foi reportado qualquer caso que justifique a medida mas, na opinião de Johari Jamaluddin, responsável para a área de segurança do país, a cada vez maior utilização destes equipamentos eleva os motivos de preocupação.



Paralelamente foram implementados dispositivos de segurança nas áreas onde são discutidos os assuntos diplomáticos do país, escreve a mesma fonte.



Ao que tudo indica, a restrição foi decidida após uma circular emitida pelo secretário de estado Mohamed Sidek Hassan revelar que tanto os PDAs como os telemóveis podiam colocar em risco a "economia do país, a segurança nacional e a imagem do governo".


Em causa estão as câmaras integradas nos equipamentos que, de acordo com Hassan, podem captar ou gravar imagens não autorizadas facilitando a espionagem e distribuição de material confidencial.




Notícias Relacionadas:

2007-04-04 - Comissão Federal das Comunicações americana confirma proibição de chamadas móveis a bordo de aviões

2007-03-16 - Uso de telemóvel na escola pode conduzir a expulsão dos exames finais na Itália

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.