Em 2009 o mercado de telecomunicações móveis da região EMEA deverá gerar receitas de 231 mil milhões de euros, num aumento de 51 mil milhões de euros face ao registado em 2004 (177 mil milhões de euros), segundo um estudo do Yankee Group. O crescimento será impulsionado pelo aumento da taxa de penetração dos serviços nos mercados emergentes da Europa de Leste e África.



Embora continuem a estar em maioria, a quota de "pré-pagos" irá registar um ligeiro decréscimo durante os próximos três anos. O declínio mais acentuado vai registar-se na Europa Ocidental, onde muitos operadores têm incentivado os seus clientes a migrarem para serviços contratados.



O ARPU irá continuar a decrescer na maioria dos mercados da EMEA durante os próximos anos. O Yankee Group prevê que na EMEA, como um todo, os ARPUs baixem até 2007, período após o qual permanecerá constante.



Por outro lado, a consultora estima crescimentos em várias áreas, como a dos serviços de info-entretenimento. A taxa de adopção de telemóveis de terceira geração irá acelerar nos próximos dois anos. "No final de 2007 aproximadamente 30 por cento dos clientes da Europa Ocidental terão um terminal móvel de terceira geração", garante o Yankee Group.



Notícias Relacionadas:

2005-08-01 - Venda de telemóveis em 2005 ultrapassa os 825 milhões de terminais

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.