A intenção já tinha sido avançada aquando da divulgação do acordo de parceria para a aquisição de 22,38% do capital da operadora brasileira Oi, mas ontem o presidente da Portugal Telecom detalhou, em entrevista ao TVI24, que uma parte do investimento será direccionado ao desenvolvimento do negócio móvel e de Internet.

Zeinal Bava garante que a empresa quer ganhar terreno no mercado brasileiro nestas duas áreas com a sua nova participação, depois de ter trocado a participação na Vivo, a sua "menina dos olhos", pela Oi, na sequência de pressões da Telefónica.

A transacção ainda não está fechada, devendo estar concluída até final de Setembro, como confirmou o presidente da empresa.

O investimento previsto para a tomada de posição é de 8,4 mil milhões de reais, o que corresponde a 3,7 mil milhões de euros. Um valor que servirá para capitalizar a empresa e reforçar investimentos na infra-estrutura, permitindo que "a empresa se capitalize muito melhor e assim possa ter agressividade necessária para ganhar mais quota de mercado no móvel e fazer um plano de expansão agressivo de banda larga no Brasil, uma vez que a oportunidade de crescimento de Internet é elevada", adiantou Zeinal Bava.

O investimento deverá ser acompanhado pelos outros accionistas, até porque o presidente da PT mantém que "estamos a abordar o investimento na Oi numa lógica de parceria".

A aposta estratégica no mercado brasileiro e a importância da Oi estiveram também em foco na entrevista. "Um dos nossos objectivos estratégicos é ter 100 milhões de clientes no final de 2011, dois terços fora de Portugal", lembrou Zeinal Bava.

O canal TVI24 passou a integrar ontem a grelha do serviço de televisão por IP da PT, o Meo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.