Apesar dos recentes fracassos no mercado de TV interactiva, que levaram a companhia a anunciar que pretende reduzir a sua divisão de televisão e o serviço UltimateTV, a Microsoft parece não querer desistir e acaba de lançar um novo guia electrónico de programação concebido para funcionar com as set-top boxes DCT1000 e DCT2000 da Motorola.



O anúncio, efectuado durante a Cable 2002 - a convenção anual da Associação Nacional de Cabo e Telecomunicações dos Estados Unidos que decorre em Nova Orleães de 5 a 8 de Maio -, refere-se ao Interactive Programming Guide (IPG), destinado a operadoras que depois irão revender o software aos seus clientes em conjunto com novas caixas ou como um download nas set-top boxes que os utilizadores domésticos já possuem.



O interface do guia de programação pode ser customizado para determinado fornecedor de cabo com esquemas de cor, gráficos e branding, e integrado com outras aplicações de listagem de programas televisivos. O Microsoft TV IPG vai estar disponível no final deste mês às operadoras por cabo clientes do serviço Microsoft TV.



A Microsoft também anunciou uma actualização do seu software Microsoft TV Advanced, um serviço televisivo interactivo vendido a operadoras por cabo. A nova versão inclui suporte integrado de serviços de vídeo on-demand e de Digital Video Recording (DVR) gravação de vídeo digital.



O novo guia de programação surge como a arma da Microsoft para dar resposta à Gemstar, empresa líder neste sector que na segunda-feira anunciou a disponibilidade de um guia de programas baseado na linguagem Java que irá correr em cima do software Platform Compact da Liberate Technologies e numa set-top box DCT2000 da Motorola.



Este novo guia permite que ambas as companhias disponibilizem filmes, videoclips de pequeno e grande formato e anúncios on-demand. Entre as novas funcionalidades do software, contam-se a possibilidade de ajudar os espectadores a ordenarem listas de programas, encontrar o que se pretende e a estabeleçam restrições às actividades dos mais novos enquanto estão a ver TV interactiva.



Ao suportarem a linguagem Java os novos programas permitem que programadores independentes adoptem a arquitectura OpenCable Application Platform (OCAP) característica da nova set-top box DCT2500 da Motorola. A OCAP permite fabricar terminais set-top e televisões digitais que dispõem já de ligação por cabo que funcionam em vários sistemas de cabo.


Notícias Relacionadas:

2002-01-16 - Microsoft anuncia nova geração do programa Microsoft TV Developer (corrigida)

2001-01-23 - Microsoft e Motorola unem-se para desenvolver TV interactiva

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.