Foram "milhares" os consumidores que mostraram interesse em adquirir o iPhone 4, aderindo às fases de pré-registo lançadas por operadores e lojas de retalho, valores que segundo os próprios, fazem prever o sucesso do novo smartphone da Apple no mercado português.

Sem revelar números finais, a Optimus referiu, em declarações ao TeK, que na primeira semana de pré-registo, as reservas para compra do equipamento superaram as 5.000.

À semelhança do que aconteceu nos lançamentos dos modelos anteriores do iPhone, a Vodafone também não divulga o volume de pré-reservas realizadas, mas adianta que o número "é bastante elevado".

Na área do retalho, a Fnac - onde a versão de 32GB do equipamento ronda os 1.300 euros - decidiu revelar números relativos à fase de pré-reserva, que terá reunido 945 registos.

"Tendo em conta a receptividade que estamos a ter, comprovada com milhares pré-registos para compra do equipamento, e tendo em conta as especificações deste modelo (Face Time, Retina Display, Gravação em HD e Flash Led) e a atractividade da marca Apple, acreditamos que o número de unidades vendidas até ao final do ano será de milhares de equipamentos", refere Direcção de Comunicação Institucional da Optimus.

A Vodafone partilha do mesmo optimismo. "Considerando as funcionalidades e o alargado conjunto de aplicações do novo Apple iPhone 4, estamos muito confiantes de que este irá alcançar um sucesso ainda maior do que o seu antecessor no mercado português", afirma Emanuel Sousa, director de marketing da Unidade de Negócios de Consumo da Vodafone Portugal.

As operadoras mostram, contudo, alguma "inquietação" relativamente à capacidade de resposta da fabricante. "O volume de vendas dependerá da disponibilidade do produto fornecido pela Apple", salienta a Optimus. "Actualmente verifica-se já alguma escassez a nível mundial".

Terá sido, provavelmente, essa mesma preocupação que levou a Vodafone a restringir as vendas dos próximos dias apenas aos clientes que confirmaram a pré-reserva. "A primeira remessa de iPhones está alocada aos pré-registos", confirmou ao TeK a operadora, inquirida relativamente à mensagem de produto esgotado que está a ser dada pela loja online ao pedido de compra para o novo terminal.

Com a decisão, a Vodafone quer assegurar a resposta àqueles que mostraram, logo de início, interesse em adquirir o iPhone 4. Por estes dias, e uma vez que a fase de pré-registo (obviamente) encerrou, a forma mais célere de "comprar" o smartphone da Apple à Vodafone será reservar o modelo numa das lojas físicas ou através do site, aconselha a empresa.

Por sua vez, a Optimus garantiu ao TeK que qualquer interessado se pode dirigir a uma das suas lojas e adquirir o smartphone.

Recorde-se que os preços estabelecidos para o iPhone 4 pelas duas operadoras acabaram por ser iguais (659,90 euros a versão de 16GB e 779,90 euros a versão de 32GB), embora inicialmente a Optimus tenha avançado valores ligeiramente mais baixos.

Patrícia Calé

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.