O Bluetooth está em evolução constante e o Special Interest Group (SIG), entidade responsável pelo desenvolvimento e estabelecimento da tecnologia, já definiu as prioridades para o próximo ano. O objetivo passa por tornar o Bluetooth num dos elementos centrais da Internet das Coisas (IoT).

Numa altura em que o mercado da IoT promete agigantar-se ao longo da próxima década, as comunicações sem fios vão ganhar um relevo ainda mais crucial a esse nível.

O Bluetooth vai ganhar um maior alcance, podendo ser utilizado em distâncias máximas de 30 metros. A capacidade de transmissão de dados da tecnologia também vai ser melhorada, podendo atingir velocidades de 2 megabits por segundo.

Uma outra novidade será o suporte de comunicações múltiplas por parte de um equipamento via Bluetooth. Até aqui a tecnologia só permitia que uma ‘central’ estivesse ligada a sete equipamentos diferentes.

Casas inteligentes, automatização industrial, serviços de geolocalização e infraestruturas de cidades inteligentes serão as áreas nas quais a remodelação do Bluetooth terá mais impacto.

“O Bluetooth tem sido adotado por um grande número de programadores e fabricantes como primeira escolha para soluções de IoT. As novas funcionalidades que vamos lançar em breve vão solidificar o Bluetooth como a espinha dorsal da tecnologia IoT”, disse o diretor executivo do SIG, Mark Powel, citado pela Computer Weekly.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.