Mais de 100 mil testes realizados no último semestre de 2017, através dos medidores da nPerf, mostraram que a velocidade média de download no acesso à internet em Portugal está nos 55Mbps.

Os dados recolhidos também evidenciam uma grande disparidade no desempenho dos fornecedores de serviço relativamente à velocidade de upload, que é de 29 Mbps. Além disso, no período da noite existe uma quebra generalizada na qualidade do serviço que afeta de forma transversal os clientes de todas as operadoras.

Velocidade e disponibilidade: Portugal está a ficar para trás no acesso móvel à internet
Velocidade e disponibilidade: Portugal está a ficar para trás no acesso móvel à internet
Ver artigo

Perante os resultados da análise da nPerf sobre o acesso à internet, que não teve em conta as conexões empresariais e as ligações móveis (2G, 3G, 4G), a Vodafone destaca-se face aos restantes players do mercado, com velocidade média de download de 63,44Mbps.

A NOS apresenta a velocidade média de download mais baixa, 47,78 Mbps, num desempenho que poderá ser influenciado pelo elevado número de ligações HFC (Hybrid Fiber Coaxial) que esta operadora ainda disponibiliza aos seus clientes que não dispõem de acesso à ligação FTTH (Fiber To The Home).

 

É no que respeita à velocidade de upload, cuja média em Portugal se fixou em 29 Mbps, que se verificam as maiores disparidades entre as quatro operadoras. Enquanto a Vodafone ofereceu aos seus clientes uma média de 45,55Mbps em upload, a Nowo ofereceu apenas 8,44 Mbps e a NOS 11,03 Mbps.

De acordo com os resultados dos mais de 104 mil testes realizados nos medidores da nPerf é possível verificar que todas as operadoras apresentam uma redução da velocidade ao final do dia, facto especialmente evidente no período entre as 17h e as 22h.

Os resultados do estudo na íntegra podem ser consultados aqui.

Nota da Redação: A notícia foi corrigida depois de um leitor ter levantado uma dúvida. O SAPO TEK consultou a empresa responsável que fez a correção da informação.