Em termos globais, o número de minutos de conversação na rede fixa caiu 9,5% em relação ao mesmo período do ano passado e recuou 7% face aos três meses anteriores, revelam números da Anacom divulgados esta sexta-feira. A descida pode ser um efeito da subscrição de pacotes de comunicações que também incluem minutos móveis, admite o regulador.



Os mesmos dados mostram que o telefone fixo é sobretudo usado para comunicações com outros números fixos. Em média, por mês, cada subscritor de serviços fixos passou 102 minutos ao telefone, menos 10 minutos que nos três meses anteriores. O número médio de minutos de conversação para contactos da rede móvel (12 minutos) ou internacionais (9 minutos) é significativamente menor.



Entre julho e setembro existiam 3,7 milhões de clientes no serviço telefónico fixo, um número que tem vindo a crescer desde 2008 e que no trimestre em análise manteve a tendência, graças ao impacto de tecnologias como o VoIP - suportadas em redes de nova geração - e à sua integração nos serviços triple play.



Olhando à posição dos operadores vale a pena sublinhar o percurso da Vodafone, que continua a ser o operador que mais cresce, como também acontece na televisão e na Internet fixa, áreas associadas à oferta triple play que a empresa tem no mercado e que tem desafiado a concorrência pelo preço agressivo.



A operadora assume a terceira posição do mercado em número de acessos principais e em número de clientes, à frente da Altice, que integra a Cabovisão e a Oni e foi o prestador de serviços que mais cresceu.



O mercado continua a ser liderado pela PT, que tem 54,8% dos acessos e 50,6% dos clientes. A Vodafone tem uma quota de 8,8% nos acessos e a mesma quota de clientes, à frente da Altice que soma 5,7% dos clientes. A NOS é o segundo operador, com 30,5% dos acessos e 34,8% dos clientes.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.