A previsão é de um executivo da Intel. A versão que irá suceder à actual norma da tecnologia (802.16e) WiMax, para ambientes móveis, deverá estar pronta a arrancar em 2012, garantido um aumento significativo das velocidades de upload e download comparativamente à versão actual.


O trabalho na definição da norma deverá estar concluído até final do ano, antecipa Rama Shukla, responsável pelo trabalho que a empresa tem vindo a desenvolver nesta área.


A actual versão do WiMax oferece velocidades de download na ordem dos 16 Mbps e upload de 4 Mbps. A versão que chegará ao mercado a partir de 2012 - 802.16m - suportará velocidades de 170 e 90 Mbps, no download e no upload, respectivamente.


Será totalmente compatível com a versão anterior e segundo a Intel a tecnologia poderá ser usada mesmo em movimento, nem que o utilizador se desloque a uma velocidade de 350 quilómetros por hora.


De acordo com as previsões do mesmo responsável, no final deste ano deverão existir em todo o mundo entre 6 a 10 milhões de utilizadores de serviços WiMax.


Estados Unidos, Rússia e Japão lideram a adopção da tecnologia. A grande maioria dos utilizadores que migraram para o WiMax usa a tecnologia para garantir conectividade no seu portátil.


O WiMax compete directamente com tecnologias como o HSPA ou o LTE.
Está para já em desvantagem pelo facto das redes que o suportam terem uma abrangência significativamente menor que a das infra-estruturas 3G.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.