A marca foi fundada em 1989 e tem-se assumido como uma das mais fortes no mercado português, não apenas no mercado das telecomunicações mas de uma forma transversal.



O primeiro sinal de que TMN não seria a aposta da PT para o futuro foi dado há cerca de um ano, quando a operadora apresentou uma nova oferta de 4play, combinando serviços de televisão com Internet, telefonia fixa e móvel.



Nessa altura a marca MEO foi a escolhida para a proposta de serviços convergentes e será, de agora em diante, a única usada pela PT nos diversos serviços de telecomunicações que a marca disponibiliza. A informação está a ser veiculada pelo Diário Económico, que assegura ser essa uma das grandes novidades do evento que a empresa agendou para a próxima segunda-feira no MEO Arena.



Na apresentação da estratégia de convergência, quando revelou o M4O, a PT já tinha deixado antecipar que o caminho a seguir seria este. Pelo caminho deu vários passos nesse sentido, deixando de comunicar a marca TMN (em favor da marca Meo) e alargando a gama de produtos e serviços associados a esta última.



Na próxima segunda-feira o grupo revelará a estratégia de marca para os próximos anos, num evento que também terá apresentação de novos produtos e que acontece semanas depois de um conjunto de alterações na distribuição de pelouros no grupo, a meio de um processo de fusão com a Oi.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.