A Portugal Telecom recebeu hoje, em Milão, o Prémio de Inovação na área de implementação e operação de redes de FTTH (Fibra até casa), atribuído pela associação do sector. A distinção reconhece a inovação da estrutura montada pelo operador português, mas também o investimento realizado que já permite a cobertura de 1 milhão de casas e será alargado a mais 600 mil durante este ano.

A notícia da entrega do galardão à PT surge depois desta associação ter divulgado ontem o ranking dos países europeus, onde Portugal surge com uma posição reforçada.

O prémio é atribuído no âmbito dos FTTH Innovation Awards organizados pelo FTTH Council Europe, que todos os anos distingue projectos e empresas em três categorias: inovação em tecnologia, implementação e operação; inovação em sustentabilidade, consumo energético e protecção ambiental, e inovação em marketing de redes FTTH, financiamento e plano de negócios.

Os nomeados são seleccionadas todos os anos por um júri constituído por especialistas independentes do mundo académico, que em 2010 foi ganho pela Swisscom/Plumettaz com o FttH Robot. O prémio consiste num troféu de cristal e 3 mil euros em dinheiro.

A Portugal Telecom candidatou-se a este prémio com o projecto "Ultra Broadband Business and Network Transformation in Portugal Telecom", mostrando o investimento na modernização da infra-estrutura de telecomunicações através da implementação de uma rede de Fibra Óptica até casa dos clientes, que já cobre 1 milhão de casas e será reforçada este ano com mais 600 mil casas.

A operadora portuguesa anunciou em Maio de 2009 o seu projecto para as redes de fibra, prometendo na altura levar a tecnologia a 1 milhão de casas até final desse ano.

O projecto de alargar a 1,6 milhões de casas a sua rede de fibra óptica ainda este ano obriga à utilização de cerca de 300 mil quilómetros de fibra e deverá envolver cerca de 1.500 pessoas, entre colaboradores PT e fornecedores externos. Com estas 600 mil novas casas a tecnologia da PT chegará a cerca de 50% dos lares em Portugal.

"Para nós, o investimento na fibra óptica nunca foi uma questão de "se", mas de "quando", uma vez que acreditamos que esta é a única tecnologia com provas dadas, capaz de garantir no futuro o fornecimento de serviços de banda larga de alto débito aos nossos clientes empresariais e residenciais", explicou Zeinal Bava, presidente executivo da Portugal Telecom a propósito do prémio recebido.

Zeinal Bava lembra ainda que a transformação do modelo de negócio da empresa tem sido fortemente sustentada por uma implementação agressiva de fibra óptica mesmo até casa do cliente, que é considerada uma peça essencial na oferta de cloud computing para clientes empresariais e na oferta do Meo para clientes residenciais.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.