A Siemens alega ter estabelecido no seu laboratório de investigação de Munique um novo recorde na velocidade de transmissão wireless de dados, quando atingiu o gigabit por segundo. Segundo a fabricante, tal foi possível recorrendo à combinação entre aquilo que denominou como um sistema de antenas inteligente e a tecnologia Orthogonal Frequency Division Multiplexing (OFDM).




Comparativamente, pode-se dizer que as WLAN registam velocidades de 54 Mbps, quando a próxima geração de redes wireless de banda larga deverão oferecer velocidades entre 1 Mbps e 3 Mbps. Os sistemas de dados celulares oferecem velocidades de cerca de 384 Kbps.




Com as capacidades de transmissão de voz, dados e multimédia a subirem pelo menos num factor de 10 a partir de 2015, os futuros sistemas de comunicação móveis terão que utilizar as bandas de frequência da forma mais eficiente possível, explica Christoph Caselitz, presidente da divisão de redes móveis da Siemens Communications. "Com o nosso sistema experimental, pudemos demonstrar o quão poderosas poderão ser as antenas inteligentes em combinação com a OFDM. Ao fazê-lo, criámos um grande modelo para os sistemas de comunicação móvel futuros", considera.




A solução de antenas utilizada, idêntica aos sistemas Multiple Input, Multiple Output (MIMO) que começam agora a surgir no mercado, foi segundo a Siemens, a chave para as altas velocidades registadas na experiência. A fabricante diz ter desenvolvido algoritmos de processamento de sinal para as antenas que podem ser igualmente eficientes nos sistemas actuais.




Este sistema experimental de transmissão a 1 Gbps foi desenvolvido em colaboração com o Heinrich Hertz Institute e com o Institute for Applied Radio System Technology, salienta a Siemens no comunicado e será pela primeira vez mostrado ao público durante o 3GSM World Congress 2005, em Cannes.




Notícias Relacionadas:


2004-09-15 - T-Online testa tecnologia wireless 10 vezes mais rápida que UMTS

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.