Em preparação, o novo Simplex escolheu como áreas prioritárias a Educação e a Saúde e promete apostar na utilização das redes de nova geração no relacionamento entre o Estado e os cidadãos.

O novo pacote de medidas, marca, de acordo com Maria Manuel Leitão Marques, a evolução do programa de simplificação administrativa a uma nova "versão". "Queremos passar para o Simplex 2.0", adiantou a secretária de Estado da Modernização Administrativa, ao Diário Económico.

Esta "passagem" implica que os serviços públicos deverão, progressivamente, utilizar a televisão e o telemóvel como forma de comunicar com os cidadãos, ao mesmo tempo que ganham interactividade.

Na área da Saúde, por exemplo, está em estudo a possibilidade de medir a tensão e consultar a opinião do médico à distência, sem ter de se dirigir ao Centro de Saúde, algo que teria "grandes vantagens para os mais idosos", salienta Maria Manuel Leitão Marques.

A Saúde tem sido um dos sectores visados ao longo do tempo nas diferentes edições do Simplex. Entre as medidas já implementadas estão a consulta online das listas de espera para intervenção cirúrgica e a marcação electrónica de consultas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.