A Tele2, a Vodafone e a SGC Telecom estão na corrida à ONI que deverá mudar de accionistas até final do verão, de acordo com afirmações recentes do presidente da EDP, António Mexia.



A notícia, avançada na edição de hoje do Diário Económico, revela que aos três candidatos se juntam ainda cinco fundos internacionais que também pretendem apresentar propostas de aquisição através de dois consórcios.



De acordo com a mesma fonte, o grupo de Pereira Coutinho é o único que terá já levantado o caderno de encargos. Os restantes interessados devem fazê-lo até final do mês, altura em que o processo entrará numa segunda fase e os interessados poderão analisar dados da empresa e avançar com propostas concretas.



SGC Telecom e Tele2 são potenciais interessados no negócio, já referidos há algum tempo, por ser conhecido o seu interesse em crescer no mercado fixo de telecomunicações e cativar novos segmentos. A Vodafone justifica o interesse em analisar o negócio com a possibilidade de convergência fixo-móvel que daí poderia advir.



Recorde-se que a ONI tem como accionista maioritário a EDP, que detém uma quota de 56 por cento no capital da operadora de telecomunicações. Integram também o grupo de accionistas, com a mesma vontade de sair, a Brisa e a Galp. A ONI actua no mercado residencial e empresarial, mas é neste último segmento que mais se destaca.



Notícias Relacionadas:

2006-06-23 - Accionistas de referência avançam com venda da Oni

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.