A ETNO publicou ontem o relatório do desenvolvimento das comunicações na Europa, com dados que mostram um atraso relativamente aos Estados Unidos e Ásia nas redes 5G, cloud computing, investimentos e receitas. E defende que as Big Tech, como a Google, Amazon, Netflix, Microsoft e Meta, devem ajudar a pagar o desenvolvimento das redes.

Não é a primeira vez que o tema é abordado por vários dos players na área das comunicações mas a Comissão Europeia decidiu não avançar com legislação específica nesta área. Agora o executivo europeu está a preparar as próximas propostas para redes digitais e infraestrutura, que devem ser reveladas em meados de fevereiro.

Europa pode liderar era da Internet industrial, mas é preciso reforçar investimentos no 5G e infraestrutura digital
Europa pode liderar era da Internet industrial, mas é preciso reforçar investimentos no 5G e infraestrutura digital
Ver artigo

O relatório da ETNO mostra que o sector das telecomunicações registou um valor recorde de investimento em 2023, com mais de 59,1 mil milhões de euros, sendo 60 a 70% dedicado ao desenvolvimento de redes fixas e móveis. Mesmo assim só 10 das 114 redes 5G de operadores europeus têm a versão mais avançada das redes de 5ª geração, o 5G stand alone.

Veja os dados do relatório

Também na edge cloud a Europa está atrasada, com quatro soluções comerciais quando a região da Ásia Pacífico tem 17 e a América do Norte tem nove.

O documento State of Digital Communications 2024, elaborado pela Analysys Mason, indica que os custos de capital per capita das empresas de telecomunicações e a receita média por utilizador (ARPU) estão muito abaixo das registadas noutras regiões.
Em 2022 o ARPU na Europa era de 15 euros por utilizador nas redes móveis e 22,8 euros nas redes fixas de banda larga. Nos Estados Unidos os valores sobem para 42,5 e 58,5 euros, respetivamente, e no Japão para 25,9 e 24,4 euros. Só na Coreia do Sul foi encontrado um valor mais baixo nas redes fixas, onde o ARPU está nos 13,1 euros.
Para a ETNO, estes são sinais de alarme, somando-se às receitas baixas um estado de fragmentação que afeta as empresas. Na Europa existem 45 grandes grupos de telecomunicação com mais de large 500.000 clientes, enquanto nos EUA são 8 e na China e Japão apenas 4. 
O estudo recorda que a declaração de direitos e princípios de 2022 na Europa refere que todos os intervenientes do mercado devem beneficiar de uma economia digital e fazer uma contribuição justa e proporcionada para o investimento, manutenção e desenvolvimento nas redes.
Lise Fuhr, diretora geral da ETNO, avisa que a manutenção do estado atual, em termos de investimento e políticas, "não vai garantir os níveis de inovação de que precisamos desesperadamente para suportar o crescimento e a execução da estratégia de autonomia aberta".

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.