O tráfego de Internet HTTP ultrapassou o tráfego gerado pelas redes Peer-to-Peer, de acordo com um estudo da Ellacoya Networks referente ao mercado americano. Segundo estes dados, o tráfego HTTP já representa 46 por cento de todo o tráfego web, contra os 37 por cento assegurados pelas redes P2P.



Para a liderança do tráfego HTTP, que é atingida pela primeira vez nos últimos quatro anos, contribui o sucesso de sites como o YouTube que só por si é responsável por 20 por cento de todo o tráfego HTTP e 10 por cento do tráfego Internet. Na grande maioria, o tráfego HTTP é gerado pelo download de texto e imagens em páginas web (45 por cento), seguido do streaming de vídeo (20 por cento).



Depois do tráfego HTTP e P2P, o estudo atribui aos newsgroups (9 por cento), ao video streaming não HTTP (3 por cento), aos jogos (2 por cento) e ao VoIP (2 por cento) o restante tráfego gerado na rede.



"A forma como as pessoas usam a internet está a mudar rapidamente do browsing para o streaming em tempo real. Esperamos ver novas aplicações nos próximos anos que acelerem esta tendência", sublinha documento noticiado pelo VnuNet.



O estudo da Ellacoya Networks é sustentado na observação de um milhão de subscritores de banda larga americanos.



Notícias Relacionadas:

2007-02-07 - Computadores que gerem o tráfego de Internet mundial alvo de ataque

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.