A empresa explica a tendência com a concorrência no mercado local. Assim entre abril e junho a empresa garantiu receitas de serviços na ordem dos 159 milhões de libras (225 milhões de euros) no país, numa queda de 2,6%.

Os números também mostram que nos telemóveis a operadora terminou o trimestre com 4,9 milhões de clientes, perdendo 115 mil subscritores. Nesse período aumentou o número de clientes pós-pagos (em 123 mil), mas reduziu o número de utilizadores com planos pré-pagos, em 238 mil.

No total destes dois grupos (pré e pós-pagos) a operadora assegurou 3,15 mil milhões de minutos de conversação entre abril e junho, acima do registado nos três meses antes e no período homólogo e a troca de 3,3 mil milhões de mensagens. O consumo de dados móveis atingiu os 7.547 terabytes.

Na Internet, a Vodafone somava no final de junho 357 mil clientes, mais 27 mil que no final do trimestre anterior. A receita média mensal por cliente na Vodafone Portugal, entre os vários serviços é de 12,1 euros.

Em todo o mundo a Vodafone faturou 10,11 mil milhões de libras, o equivalente a 14,3 mil milhões de euros.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.