A ligação tira partido do LTE-Advanced, tecnologia que estende as capacidades do 4G agregando duas ou mas faixas de frequência e que os operadores têm vindo a testar para introduzir maior largura de banda na rede móvel.



A Vodafone já tinha sido a primeira a levar o LTE-Advanced para a oferta comercial, assegurando débitos de 300 Mbps em alguns locais de Lisboa e Porto. É agora também a primeira a revelar os resultados de testes de laboratório que permitiram ir mais longe e assegurar ligações a 450 Mbps.



Os testes foram realizados em parceria com a Ericsson "em ambiente laboratorial, mas já utilizando algumas componentes da rede móvel real", assegura a Vodafone numa nota de imprensa.



Note-se que para tirar partido destas inovações é preciso usar equipamentos compatíveis com LTE-Advanced, uma oferta que é ainda muito reduzida, tal como a expressão destas capacidades na rede dos operadores que já as oferecem.



No caso da Vodafone, a empresa anunciou a lista de locais onde a rede já assegurava débitos de 300 Mbps quando comunicou o upgrade e também detalhou a lista de dispositivos compatíveis: um smartphone e um router. Poucos dias depois juntou-se à oferta o Galaxy Note 4, que também suporta a mesma tecnologia.



Entre os concorrentes só o Meo também já oferece débitos de 300 Mbps em locais diferentes da Vodafone, mas de abrangência igualmente limitada.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.