Foi aprovada uma nova norma para as comunicações sem fios. O 802.22 já tem luz verde do IEEE e promete afirmar-se como uma alternativa de peso para levar a Internet em banda larga às zonas rurais onde outras tecnologias garantam fraca cobertura, bem com às zonas onde a Internet simplesmente ainda não chega.


A tecnologia permite uma cobertura de cerca de 100 quilómetros e velocidades até aos 22 megabits por segundo. Há quem lhe chame super Wi-Fi e vem aproveitar os espaços em branco, existentes entre canais de TV.


Há muito que o tema é discutido, nos Estados Unidos há trabalho regulatório para definir os termos de utilização destes espçaos em branco e o tema é alvo de estudo também na Europa, mas a indústria audiovisual tem mantido relutância, alegando que o fornecimento de outros serviços de dados nas bandas alocadas à TV provocaria interferências.


O IEEE garante que a questão está acautelada e embora não se antecipe uma utilização tão lata como a do Wi-Fi para a nova tecnologia, acredita-se que esta pode dar um contributo importante na missão de levar a Internet a locais mais remotos, até porque também se inclui numa faixa de frequência que não requer licença.


"Esta nova norma para Wireless Regional Area Networks (WRANs) tira partido das características favoráveis de transmissão das bandas VHF e UHF para fornecer acesso sem fios a banda larga até 100 quilómetros do transmissor", explica uma nota de imprensa.


"Cada WRAN vai entregar 22 Mbps por canal sem interferir com a receção das estações de TV, tirando partidos dos chamados espaços em branco entre os canais ocupados", explica a mesma nota, que sublinha a já referida utilidade da tecnologia para "servir áreas menos populosas, como as áreas rurais, ou países em vias de desenvolvimento, onde é mais fácil encontrar espaço vago para canais de TV".




Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.