A Yahoo! anunciou recentemente os seus resultados financeiros relativos ao último trimestre de 2002, revelando um desempenho superior ao previsto, devido a um aumento das vendas da publicidade online que ocorreu em simultâneo com a introdução de novos serviços que exigem o pagamento de subscrições mensais por parte dos utilizadores.



Um desses serviços que obteve um maior crescimento foi o do acesso em banda larga à Internet, que a Yahoo disponibiliza actualmente em comercialização conjunta com a SBC Communications, operadora de telecomunicações que serve cerca de um terço do território dos Estados Unidos.



Terry Semel, director executivo da companhia está a planear alargar a oferta de banda larga do Yahoo! a todo o país. Segundo ele, as companhias de cabo, que até agora tentaram promover os seus próprios serviços de banda larga, estão neste momento a preparar a abertura das suas redes a uma série de ofertas. Semel acrescentou que a Yahoo! irá concorrer com a AOL, Microsoft e EarthLink no fornecimento de serviços de banda larga por cabo e que a companhia irá explicar a sua estratégia nesta área numa reunião com investidores marcada para o próximo mês.



No total, a Yahoo! ganhou 46,2 milhões de dólares durante o último trimestre de 2002, em contraste com uma perda de 8,7 milhões de dólares verificada há um ano atrás. Em 2001, contudo, a Yahoo! teve que ignorar no cálculo contabilístico alguns custos relacionados com aquisições que já não são necessários. Se as regras contabilísticas actuais tivessem vigorado, a empresa teria obtido um lucro de 6,7 milhões de dólares no último trimestre de 2001.



O lucro da Yahoo! alcançou os oito cêntimos por acção, acima dos seis cêntimos previstos pelos analistas. A companhia registou vendas de 285,8 milhões de dólares, uma subida de 51 por cento em relação a um ano antes. Excluindo o HotJobs, um site de emprego que a companhia adquiriu em Janeiro do ano passado, as suas vendas teriam aumentado 31 por cento.



A área dos serviços de subscrição paga foi a que registou maior crescimento na Yahoo!, tendo a empresa captado um total de 2,2 milhões de assinantes para o seu serviço de banda larga, outro serviço de Internet por dial-up, também disponibilizado pela SBC, a sua oferta de encontros pessoais online e um conjunto de outras pequenas ofertas. Há um ano, esse número situava-se apenas nos 375 mil assinantes. As receitas geradas por esses serviços, que também incluem o HotJobs, foram de 9,4 milhões de dólares. Excluindo o site de recrutamento, isso representou um aumento de 65 por cento.



Mas a publicidade online também foi uma fonte de receitas com um desempenho positivo, tendo as vendas aumentado 31 por cento para os 177,5 milhões de dólares, em grande parte devido à venda de publicidade em forma de texto nas suas páginas de pesquisa e outros produtos publicitários para pequenas empresas.



Segundo Semel, uma das prioridades da companhia para este ano é a publicidade relacionada com pesquisas na Web, o serviço original do Yahoo!. Em 2002, a receita gerada com a publicidade de pesquisas foi de 120 milhões de dólares, isto é, 20 por cento do total, um resultado que se pode atribuir ao negócio para incorporar as listagens pagas da Overture. Terry Semel prevê que as vendas de publicidade aumentem 20 por cento durante este ano.



A empresa espera ainda registar receitas recorde entre 1,14 e 1,21 mil milhões de dólares durante este ano. Semel afirmou que a companhia está confiante que irá aumentar as vendas entre 20 a 27 por cento. Por outro lado, as estimativas apontam ainda para um aumento entre 43 e 60 por cento no EBITDA. No ano passado, os ganhos totais foram de 206 milhões de dólares.


Notícias Relacionadas:

2002-10-10 - Resultados da Yahoo! novamente positivos devido a serviços pagos

2002-07-11 - Yahoo! com lucro após seis trimestres de perdas consecutivas

2002-04-26 - Yahoo! renova contrato com Overture

2002-02-16 - Yahoo! conclui processo de compra do portal HotJobs.com

2002-01-24 - Yahoo tenta recuperar desgaste financeiro apostando nos serviços pagos

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.