Tal como tinha sido proposto, a presidência da PT será assumida por Armando Almeida, que já geriu empresas como a Compaq Computers, a Hewlett Packard, a Nokia Networks e a Nokia Siemens Networks.

Em comunicado, a Oi informa que Zeinal Bava deixará de exercer o cargo de presidente do conselho de administração da PT Portugal, assim como todos os cargos de administração em sociedades da Portugal Telecom.

Ainda de acordo com a nota enviada à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), , Zeinal Bava permanecerá à frente da administração da operadora brasileira, "dedicando-se ao crescimento e sucesso da companhia e trabalhando para a optimização das sinergias entre as actividades desenvolvidas pelas Companhias Oi no Brasil e em Portugal".

As alterações deverão ser assumidas num prazo de 30 dias.

A proposta de reorganização da administração da PT tinha sido conhecida há uns dias atrás, numa entrevista de Zeinal Bava à Reuters,em que este previa a sua saída da operação em Portugal.

Ao abandonar as funções executivas da empresa portuguesa, o atual presidente da PT Portugal quer dedicar-se em exclusivo à liderança da CorpCo, a empresa que nascerá da fusão entre a Oi e a PT.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.