O Unibanco Wallet foi hoje notícia com o lançamento do novo serviço que pode juntar vários cartões de crédito virtuais NetNet numa carteira para compras online e que a Unicre quer usar para dinamizar as compras na Internet.

O serviço é destinado a toda a família e alia os cartões virtuais NetNet numa conta única, que pode ser gerida em termos de plafond e que garante a segurança da informação. O objetivo é servir os utilizadores que já compram online mas também chegar a que ainda não faz compras na Internet, como explica Tiago Oom, director de emissão da Unicre.

[caption]tiago oom[/caption]
TeK: A Unicre foi pioneira com o lançamento do Net Net em 2001. Na altura o comércio electrónico estava longe da dimensão que já hoje atinge. Qual o balanço que faz dessa iniciativa?
Tiago Oom:
Faço sem dúvida um balanço muito positivo. Com o lançamento do Unibanco NetNet a Unicre foi pioneira em Portugal, e também um dos primeiros emissores europeus a disponibilizar cartões virtuais. Esta evolução representou um marco relevante no início da desmaterialização dos tradicionais cartões Visa e MasterCard e na sua adaptação ao comércio electrónico.

Existem muitos portugueses que fizeram a sua primeira experiência de pagamentos online com o cartão Unibanco NetNet e é com orgulho que a Unicre vê Portugal a ser citado como um dos países que está na linha da frente no desenvolvimento de novas soluções de pagamento.

TeK: Acredita que os meios de pagamento são ainda uma das principais barreiras ao crescimento das compras online em Portugal ou há outros factores a apontar?
T.O.:

Acredito que os meios de pagamento ainda são, para uma parte significativa dos portugueses, uma das principais barreiras ao crescimento das compras online em Portugal, mas não são a única barreira relevante.

De acordo com os estudos e análises que temos feito, considero que a existência de meios de pagamento que os portugueses vejam como convenientes e seguros é, sem dúvida, uma condição necessária mas não suficiente para que quem não faz compras online passe a fazê-las.

Assim, a par do desenvolvimento das soluções de pagamento, será também fundamental que as lojas online disponibilizem a oferta adequada a quem compra online através de sites apelativos e com boa navegabilidade e, que acima de tudo, consigam conquistar a confiança dos portugueses através da garantia de níveis de serviço e da qualidade dos produtos.

TeK: Esta aposta no Net Net Wallet é semelhante a outros produtos que existem de pagamentos online, nomeadamente o MBNET da SIBS. Como compara as duas soluções?
T.O.:
O novo conceito de conta Unibanco Wallet é um passo evolutivo adicional e compatível com as funcionalidades que já existem MBNet ou o VbV da Visa e que também são, e continuarão a ser, disponibilizadas pela Unicre.

As funcionalidades já existentes são individuais e chegámos à conclusão que seria oportuno desenvolver "soluções familiares" para pagamentos online que fossem adequadas para dar resposta quer às necessidades de cada elemento da família individualmente, independentemente da sua idade, quer às da família como um todo.

Trata-se portanto de uma solução que permite associar à conta normal de um cartão de crédito físico (o "cartão master") uma "carteira virtual" de vários cartões virtuais Unibanco NetNet, com plafonds a partir de 25€ individuais e personalizáveis.

É uma solução familiar com grande flexibilidade e adequada para todos os elementos da família, porque é fácil de controlar, não tem nenhuma ligação às contas bancárias e não obriga à abertura de contas adicionais (só é necessária a existência de uma conta-cartão do "Pai").

TeK: Como garantem que os retalhistas online em Portugal e a nível internacional aceitam este cartão virtual como pagamento? Já têm acordos específicos?
T.O.:
Tratando-se de uma solução que tem por base cartões virtuais dos sistemas internacionais Visa e MasterCard, a universalidade de aceitação está sempre assegurada e não é necessário efectuar acordos específicos.

No entanto, não significa que não estejam a ser equacionadas novas funcionalidades que passem pelo estabelecimento de acordos específicos, mas neste momento ainda não é oportuno revelar detalhes.

TeK: Embora funcione como um cartão virtual em sites que aceitem VISA ou Mastercard o facto de não existir uma entrada específica para a Net Net pode ser desincentivador da sua utilização?
T.O.:
Se os procedimentos na loja online fossem diferentes é que poderia desincentivar a utilização, o que não é o caso pois os procedimentos são iguais.

TeK: Vão promover a utilização do Net Net Wallet junto dos bancos que emitem cartões Visa e Mastercard ou só para clientes Unibanco?
T.O.:
A conta Unibanco Wallet estará disponível para Clientes Unibanco. No futuro poderemos lançar novas soluções em conjunto com outros bancos ou instituições.

TeK: Quais são as expectativas de adesão em termos de número de utilizadores e volume de compras a curto e médio prazo?
T.O.:
Através da solução Unibanco Wallet, a Unicre espera chegar à generalidade dos clientes que têm por hábito fazer compras pela Internet, mas principalmente, àqueles que ainda não o fazem por sentirem algum desconforto relativamente aos pagamentos efectuados online.

O que se pretende com o Unibanco Wallet é aliar segurança, modernidade e comodidade nos pagamentos na internet tendo em conta os hábitos de consumo das famílias portuguesas, "transportando-as" para o meio virtual.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Fátima Caçador

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.