Alguns mitos relativos à impressão nas PMEs
Por Rita Carvalho (*)

Actualmente não podemos mais considerar dispositivos como os telefones, computadores, televisores ou mesmo as impressoras, da mesma forma como o faziamos num passado recente. Para lá do seu desempenho funcional básico, já derivámos para um conjunto de beneficios e de aplicabilidades totalmente distintas, incluindo portabilidade, conectividade e convergência. Um corolário que deriva desse progresso tem sido o quebrar constante de fronteiras, dificeis de imaginar concretizaveis e comercializaveis.

[caption]Nome imagem[/caption]A revolução tecnológica em que nos encontramos, tem igualmente permitido simplificar e melhorar de forma consistente a experiência de utilização e os níveis de convergência com o nosso ecossitema de vida digital. Para além de serem quebradas muitas barreiras, têm igualmente sido ultrapassados muitos mitos em termos de percepções sobre funcionalidades, benefícios e graus de eficiência.

A Inovação tecnológica tem sido um factor determinante ao longo dos últimos anos, e sem dúvida alguma um dos principais motores de crescimento e de diferenciação competitiva no panorama empresarial. Embora, no que diz respeito às melhores opções de tecnologia de impressão para as PME's, ainda persistam alguns mitos, que já se provaram ultrapassados.

O primeiro mito a desvendar é o custo de impressão. Alguns modelos de impressoras a jacto de tinta, permitem rendimentos iguais ou superiores às impressoras laser, devido também aos seus tinteiros de alta capacidade, com siginificativas economias de custos. Segundo consultores independentes da IDC, TCP Global, e Drucker Channel, até aproximadamente 2.500 impressões por mês, existem gamas de impressoras jacto de tinta cujo ciclo de productividade é o mais adequado às necessidades das PMEs, permitindo reduções até 50% nos custos por página a cores e nos custos energéticos face a impressoras laser equivalentes. Quebra-se assim mais um dos grandes mitos da impressão, em que se acreditava que as impressoras a jacto de tinta eram as mais adequadas para impressões domésticas e apenas as impressoras laser seriam as mais recomendadas para o sector empresarial.

Outro mito que existe é que as impressoras jacto de tinta não permitem o nível de velocidade ou de qualidade de impressão, que as impressoras laser permitem. Graças aos novos sistemas de jacto de tinta térmica de tintas pigmentadas, as impressões podem alcançar padrões de cores de elevada qualidade profissional, resistente à água e em padrões de velocidade comparáveis a muitas impressoras a laser.

Finalmente existe o mito de que uma impressora jacto de tinta não oferecer o desempenho necessário no mundo profissional. O que é falso, pois alguns modelos de impressoras a jacto de tinta têm funcionalidades que permitem usufruir de sistemas integrais de gestão documental, com claros benefícios para os seus utilizadores, permitindo por exemplo digitalizar documentos, imprimi-los virtualmente de qualquer dispositivo móvel por email ou partilhar esses documentos via "cloud". Possibilitam também guardar esses documentos directamente em pastas de rede, ou serem enviados directamente por fax, minimizando sempre que oportuno a sua impressão, tudo sem necessidade de ligação a um PC. E permitem ainda usufruir de todos os beneficios inerentes à impressão móvel, facilitando definitivamente a productividade das equipas comerciais.

A constante e imparável inovação tecnológica, cria efectivamente a necessidade de actualização permanente sobre as melhores soluções existentes no mercado. O melhor conselho para profissionais liberais e/ou PME's consiste em adequar a melhor recomendação tecnológica face às suas necessidades específicas de impressão. Até 15 utilizadores e volumes de impressão a cores, até aproximadamente 2.500 páginas por mês, sem dúvida a melhor opção reside sobre algumas gamas específicas de impressoras jacto de tinta, que permitem economizar no custo por página e em consumos energéticos até 50%, contribuindo igualmente para minimizar impacto ambiental.

Com a tecnologia de impressão mais adequada e a utilização das principais funcionalidades mais relevantes, as PME's podem ser muito mais produtivas e eficientes, podendo contribuir de forma efectiva para a optimização dos seus recursos - productividade e custos directos - o que se traduz em valor económico tangível e por consequência valor acrescentado para o seu negócio.

(*) Integrated Marketing Communications Manager, HP Iberia

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.