Cinco Passos para a Recuperação Económica

Por Maria João Tavares (*)

Dadas as condições difíceis que prevaleceram na indústria transformadora ao longo do último ano, podemos ser levados a pensar que a única via de acção é ficarmos parados e esperar que tudo acabe de vez. Contudo, existem muitos sinais de que a recuperação está a caminho em toda a Europa, existindo por isso, muitas acções que as empresas podem realizar para acelerar a sua própria recuperação.

Os últimos 12 meses foram incrivelmente difíceis para os fabricantes e este factor, criou as melhores oportunidades possíveis para tomar decisões difíceis, mas inovadoras, com rapidez, redefinindo processos empresariais de formas impensáveis noutros momentos.

A maior base de clientes da Infor é representada pelo sector transformador e a empresa tem sido rápida a responder às dificuldades que os fabricantes estão a enfrentar, oferecendo soluções tecnológicas que vão ao encontro do clima actual e das expectativas futuras.

Existem cinco acções estratégicas que as organizações podem seguir actualmente. Seguir estas acções não custa uma fortuna, e cada uma pode ajudar os fabricantes a atravessar este momento e a colocá-los em melhor posição, por forma a tirarem partido da recuperação, quando ela chegar verdadeiramente.

[caption]Maria João Tavares[/caption]
Proteger o capital - Uma forma dos fabricantes libertarem capital é reduzindo inventários e níveis de "work-in-process". O ano passado, a Infor observou uma absorção em soluções tecnológicas à volta da optimização da procura e dos inventários e um ressurgimento no interesse em Planeamento de Vendas e Operações.

Perseguir a oportunidade - Quer isso se traduza em activos de produção, pessoas, armazenagem ou transporte. Faz sentido fazermos a utilização óptima dos recursos existentes antes de investir em novos produtos, especialmente nos tempos que correm. As soluções tecnológicas que ajudam a atingir este objectivo estão em voga. A gestão de armazenamento é um exemplo de como a produtividade pode ganhar fluxo através da poupança dos custos, levando, muitas vezes, a um adiamento ou eliminação da necessidade de investir capital em novo e dispendioso espaço de armazenagem.

"Ser Verde" - Ao longo da próxima década será necessária a adopção de um ambiente económico cada vez mais restrito ao carbono. A legislação governamental irá exigi-lo. Os clientes vão seleccionar os seus fornecedores baseados nesse factor. Ter uma estratégia de sustentabilidade faz sentido a nível dos negócios. Reduzir a utilização de energia, o desperdício e reciclar matérias poupa recursos. Oitenta por cento do custo total referente à operação de um activo pode estar na energia que consome durante o seu ciclo de vida, fazendo sentido monitorizá-lo atentamente. Mantendo o equipamento nos seus picos de performance, as contas de electricidade podem ser reduzidas cerca de 8 - 20%.

Alugar em vez de comprar - Os custos iniciais associados à adopção de uma nova tecnologia são elevados, e por isso, são uma dura questão num ambiente financeiro contido. Uma alternativa poderá ser a subscrição de software empresarial em vez de o comprar na totalidade, encurtando o tempo de obtenção de lucro. Software como um Serviço (SaaS) ou o Application Managed Services (MAS) são duas opções de implementação alternativas oferecidas pela Impor, por forma a ajudar as empresas a eliminar preocupações de recursos ou custos.

Actualização do software empresarial - Quase todos os fabricantes têm um sistema de planeamento empresarial de recursos (ERP), que normalmente inclui um fee anual de manutenção e suporte, habilitando os clientes para as últimas versões. Estudos na industria demonstram que a maioria das organizações utiliza versões já ultrapassadas, do software instalado inicialmente, enfrentando um esforço e custos elevados, por forma a actualizarem-se com a ultima versão. Com efeito, isto significa que não estão a tirar o máximo partido do seu investimento em software, perdendo novas capacidades que poderiam ajudar a aumentar as eficiências e a inovar processos. A Infor respondeu a esta necessidade com o Infor Flex, uma abordagem única ao mercado que proporciona aos clientes em manutenção, um caminho mais transparente, rápido e efectivo do ponto de vista dos custos para adoptar as últimas inovações de produto da Infor.

Desta forma e apesar das difíceis condições económicas, é necessário mantermo-nos optimistas. Estamos no momento de tomar decisões e de realizar acções efectivas do ponto de vista dos custos, que podem posicionar as empresas para o crescimento a longo prazo.

(*) Country manager da Infor para Portugal

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.