http://imgs.sapo.pt/gfx/452822.gif
Director Administrativo-Financeiro do NIC.br - Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR, Hartmut Glaser esteve recentemente em Lisboa, convidado pela Fundação para a Computação Científica Nacional (FCCN), para participar na conferência "Domínios Internet - Perspectiva Luso-Brasileira".




O NIC.br é o braço executivo do CGI.br, a entidade gestora do domínio Internet no Brasil o que levou o TeK a aproveitar a ocasião para recolher o feedback do responsável sobre as mais recentes decisões do ICANN.




TeK: Como vê as recentes decisões do ICANN relativamente à liberalização dos nomes de domínio?
Hartmut Glaser:
Pessoalmente, acho que não é necessário ter mais nomes de domínios. Para mim é apenas uma questão de negócio. Concordo totalmente com a integração de outros caracteres, mas generalizar domínios por cidade, por região, por nome de família, isso não muda nada na Internet. Tecnicamente não seria necessário ter toda esta diversidade de TLD.


Até porque ninguém vai fazer pesquisas online por sufixos. As pessoas procuram por assunto e os resultados surgem mediante a menção ao mesmo, e não listados por .br, .com ou .paris. O domínio é secundário.


Não sou contra por princípio, mas simplesmente acho que era desnecessário.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.