Ecrã IPS de 4,7 polegadas, com 960 x 540 de resolução, câmara de 8 megapixéis, processador Quad Core de 1,2GHz, memória de 8GB, slot para cartão de memória até 32GB e RAM de 1GB.

A plataforma é Android na versão 4.4 (KitKat), a Internet é 3,5G: download até 21 Mbps e upload até 5,76 Mbps e as ligações são asseguradas pelos tradicionais Wi-Fi e Bluetooth (4.0), acrescidas do não tão habitual NFC.

Estas são as caraterísticas base do L90, um dos mais recentes smartphones disponibilizados pela LG no mercado português, mas “núcleo duro” à parte, a aposta da fabricante vai para funcionalidades que pretendem distinguir o modelo de média-gama da concorrência.

Falamos delas nas próximas páginas.

O anúncio à função Knock Code é feito logo na caixa que “embrulha” o LG 90, sendo um dos porta-estandartes do telefone. O sistema é uma versão avançada do anteriormente existente Knock ON e, além dos dois toques no ecrã do telemóvel para o despertar, agora permite ao utilizador criar um padrão de bloqueio personalizado para acesso direto ao ecrã principal.

Entre os modos de bloqueio de ecrã está igualmente disponível um modo de reconhecimento facial, a definição de um padrão, a escolha de um PIN numérico ou a escolha de uma password.

Há também um “Modo convidado”, que permite personalizar e controlar quais as aplicações e recursos disponíveis caso exista um “segundo utilizador” a mexer no telefone.

Mas o L90 da LG também é um comando…

Numa caraterística normalmente reservada aos topos de gama, o L90 inclui tecnologia QuickRemote, ou seja, integra um pequeno sensor de infravermelhos (no seu topo) que o transforma num controlo remoto universal.

Programando o telefone será assim possível controlar os dispositivos de entretenimento lá de casa, como TVs, leitores DVD ou set top boxes.

A câmara de 8 megapixéis do L90 tem relacionadas algumas funcionalidades que também merecem ser destacadas.

Em primeiro lugar, o modelo tem uma opção Fast Snapshot que permite que a câmara possa ser ativada a partir do modo “adormecido” do telefone, carregando durante alguns segundos no botão de volume (-).

A câmara em si conta com tecnologia AF Multi-Focus que dá ao utilizador a possibilidade de criar múltiplos pontos de focagem, como se de uma câmara DSLR se tratasse.

Ficam alguns exemplos, indoor e outdoor e com e sem flash.

Na navegação online, conte com a habitual possibilidade de registar screenshots para leitura posterior, mas com uma opção Capture Plus que lhe permite fotografar uma página web completa, e não apenas a área dessa mesma página que “cabe” no ecrã do telefone.

Na prática, a imagem resulta na possibilidade de ver offline cada pormenor da página inteira, fazendo alguns zooms.

Relativamente às “funções primárias” do telefone (voz, escrita de mensagens, personalização) nada de negativo a apontar. Na navegação inicial entre os menus e opções há dicas que podem ser facilmente descartáveis, depois de vistas (e assimiladas) pela primeira vez.

Um pequeno apontamento para a personalização relativamente ao ecrã, que permite a escolha do tipo e tamanho da letra assim como a possibilidade de reconhecimento facial para manter o ecrã ligado ou um vídeo a correr enquanto o telefone deteta o rosto do utilizador.

O LG L90 já está à venda no mercado português, disponível nas cores branco e preto, tendo um preço aconselhado de 249,90, livre de operador.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.