Setembro é o mês com maior nível de infecções de vírus em Portugal este ano, alerta a PandaLabs que detectou um aumento global de 15% no número de computadores infectados com malware numa comparação mês a mês. O rácio de infecção é agora de 59%, o mais elevado este ano.

Para Portugal a média de infecções é de 49,6%, um valor abaixo da média mas que, mesmo assim, coloca o país em vigésimo na lista dos que têm maior número de vírus.

[caption]Nome da imagem[/caption]

Segundo o ranking da PandaLabs, Taiwan é o país com maior índice de infecções, registando um rácio de 69,1%, enquanto a Noruega regista o índice mais baixo, com 39,6%.

Luis Corrons, Director Técnico do PandaLabs, volta a realçar que existe uma falsa sensação de segurança, na medida em que os utilizadores acreditam não existir um perigo real neste momento. "Ao serem infectados, raramente se apercebem de quaisquer sintomas”, adianta este responsável.

Os dados para Portugal indicam que mais de metade dos computadores são infectados por Trojans, seguindo-se adware e worms como ameaças mais presentes.

[caption]Nome da imagem[/caption]

"O grande valor referente ao número de Trojans em circulação deve-se ao espectacular aumento do número de banker Trojans destinados a roubar dados", lembra Luis Corrons que garante que os hackers estão a tornar-se cada vez mais sofisticados, explorando as otícias para lançar ataques através de redes sociais, vídeos ou e-mail.

Nota da Redacção: A notícia foi actualizada com a indicação mais precisa dos valores para Portugal.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.