O foco do concurso foi definido tendo em conta a tendência para o envelhecimento da população portuguesa. Pretende-se que as propostas respondam a necessidades reais, previamente identificadas por instituições ligadas à área e que no futuro venham a contribuir para a qualidade de vida de quem recorre a esse tipo de apoio.



Os projetos concorrentes, que podem ser apresentados individualmente ou em equipas com um máximo de cinco elementos, têm de visar aplicações integráveis na plataforma eVida e usar as ferramentas aí disponíveis para explorar a ideia. Será através da mesma plataforma que ficarão disponíveis quando se transformarem em produto.



Os prémios que vão distinguir as melhores ideias totalizam um montante de 15 mil euros. O grande vencedor receberá 5 mil euros, o segundo premiado 3 mil euros e o terceiro 2 mil euros. Há ainda uma categoria Inovation à qual está reservado um prémio de 5 mil euros, que irá distinguir o melhor projeto. O vencedor nesta categoria ganha ainda um ano de incubação nos Vodafone Labs Lisboa.



A plataforma eVida está integrada no projeto TICE Healthy, que tem como principais objetivos integrar e testar abordagens tecnológicas inovadoras que possam vir a servir de base a novos produtos e serviços, nas áreas da qualidade de vida e saúde.



As candidaturas a este desafio estão abertas até ao próximo dia 27 de fevereiro. Os quatro vencedores serão conhecidos no mês seguinte, em março.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.