O surgimento de vários projetos nesta área e o potencial da tecnologia para ajudar a melhorar cuidados de saúde dão o mote à sessão, que tem lugar no Anfiteatro Norte da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, no dia 7 de junho às 14h30.



O debate vai centrar-se no facto de ainda não existir regulamentação específica para esta área, o que também resulta na falta de um sistema de certificação para as aplicações que são criadas.



A necessidade de garantir um equilíbrio entre inovação e segurança do paciente, como explicam os promotores do encontro, torna urgente a definição de regras e especificações simples e claras, que permitam aos fabricantes e programadores certificar as aplicações que vão desenvolvendo nesta área da saúde.



A organização do evento está a cargo do mestrado em Informática Médica, promovido pelas faculdades de medicina e ciências da Universidade do Porto. As inscrições no debate podem ser feitas até dia 6 de junho.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.