O Instituto Europeu de Inovação e Tecnologia (EIT na sigla em inglês) tem vindo a distinguir o que de melhor se faz na Europa em matéria de inovação através dos EIT Awards. De Budapeste para o mundo via streaming, o EIT deu a conhecer os grandes vencedores da edição de 2020 dos seus prémios, numa sessão que contou com a presença de Mariya Gabriel, comissária europeia para a Inovação, Investigação, Cultura, Educação e Juventude.

Ao todo, os EIT Awards 2020 organizam-se em quatro categorias, com o primeiro lugar de cada uma a receber um prémio no valor de 500 mil euros. Já o segundo e terceiro lugares recebem 20 mil e 10 mil euros, respetivamente.

O prémio EIT Change distingue os diplomados dos programas de educação do Instituto. O EIT Innovators premeia as equipas que criaram produtos e serviços inovadores de grande impacto e que têm em mente um futuro mais sustentável. O EIT Venture destina-se às startups e scale-ups e o EIT Woman reconhece o trabalho levado a cabo pelas empreendedoras europeias.

Entre a lista de 26 nomeados aos prémios do Instituto Europeu de Inovação e Tecnologia, que apresentaram os seus projetos a um painel de júris no dia 8 de novembro, destacam-se duas empreendedoras portuguesas: Joana Paiva, cofundadora e Chief Technology Officer (CTO) da iLoF, e ainda Ana Machado Silva, Senior Project Manager da Sonae e coordenadora do projeto Zero Defects 4.0.

Para abrir a sessão, Gioia Ghezzi, Chairwoman do EIT Governing Board, destacou o impacto da pandemia de COVID-19 nas atividades do Instituto. Neste ano, o EIT conseguiu financiar mais de 200 projetos de inovação de 32 países, mobilizando a sua rede de 2.000 parceiros para encontrar projetos inovadores que marcam a diferença pela sua resiliência.

Conheça os vencedores dos EIT Awards 2020

Na categoria EIT Innovators, o terceiro lugar vai para o projeto espanhol INNOLOG, liderado por María José Jurado. No segundo lugar do “pódio” está a equipa holandesa do SARA, liderada por Serena Dorrestijn. O grande vencedor da categoria, que receberá um prémio monetário no valor de 500 mil euros, foi a iniciativa espanhola ACORYS, que apresenta uma solução tecnológica para ajudar pacientes com problemas cardíacos.

Ainda antes de revelar os vendedores da categoria EIT Change, Mariya Gabriel, que sublinhou a importância dos projetos desenvolvidos e apoiados pelo Instituto para ultrapassar os desafios trazidos pela pandemia de COVID-19. “Precisamos de continuar a apoiar estes projetos e a dar-lhes visibilidade”, defendeu a comissária.

EIT Awards 2020
Mariya Gabriel, comissária europeia para a Inovação, Investigação, Cultura, Educação e Juventude, durante a apresentação dos vencedores da categoria EIT Change.

Mariya Gabriel afirmou ainda que os objetivos do EIT e da Comissão Europeia estão “alinhados”, tendo em vista a criação de um ecossistema de inovação europeu. Os EIT Awards 2020 são mais do que uma celebração dos projetos, indicou a comissária.

Depois de anunciar o terceiro e segundo lugares da categoria EIT Change, os projetos Metheore, de Arpit Singh Parmar, e Nutr’Avenir de por Martin Boutiere, a comissária revelou que o grande vencedor foi MonitorFish, de Chaitanya Dhumasker. A iniciativa recorre a um software de reconhecimento de imagem, baseado em inteligência artificial, que permite uma redução da pegada ambiental dos piscicultores.

Na categoria EIT Venture, em terceiro e segundo lugares ficaram os projetos SwissDeCode, de Brijdeep Sahi, Stockholm Water Technology, de Karthik Laman Kunjali. O projeto italiano Bluesense Diagnostics, liderado por Fillipo Bosco e que desenvolveu uma plataforma de testes ao sangue baseada em nanotecnologia, afirmou-se como o vencedor.

Na categoria que reconhece o trabalho levado a cabo pelas empreendedoras europeias, os projetos Verv Technology, de Maria McKavanagh, e City Flows, de Dorine Duives, alcançaram o terceiro e segundo lugares. O primeiro lugar foi alcançado por Bound4blue, o projeto espanhol de Cristina Aleixendri, que desenvolveu uma solução tecnológica que reduz as emissões de CO2 produzidas pela indústria marítima.

Ainda antes de serem revelados os vencedores da escolha do público, Martin Kern, diretor do EIT, afirmou que embora 2020 tenha sido um ano difícil, todos os desafios tornaram-nos mais resilientes e levaram a Europa a apostar cada vez mais na inovação, em especial, na sustentabilidade de todo o ecossistema. Em linha com os premiados nas categorias anteriores, Stockholm Water Technology, que criou uma tecnologia de purificação de água, foi o projeto mais votado pelo público.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.