Os resultados da primeira fase de candidaturas ao ensino superior foram divulgados este domingo, com cerca de 44 mil estudantes colocados, num total de 49.362 candidatos às vagas disponíveis. A diferença deixou de fora mais de 10% dos candidatos.

Para a segunda fase, cujos resultados são conhecidos no dia 27 de setembro, sobraram 7.290 vagas, 1.829 das quais na área de estudos de “Engenharia e Técnicas afins”. No total, existiam 9.277 lugares disponíveis para candidaturas, tendo sido preenchidos 7.461.

A área das tecnologias continua a estar entre as mais concorridas, ficando nos lugares cimeiros da lista de cursos com os últimos colocados com notas mais altas. Em primeiro uma Engenharia, mas Civil, com uma média de 18,94 valores (o último colocado com a nota mais alta, mas também o único), na Universidade da Madeira.

Engenharia Física Tecnológica do Instituto Superior Técnico da Universidade de Lisboa ficou em segundo com 18,9 valores do último colocado, seguida de Engenharia Aeroespacial na mesma instituição com 18,85. Engenharia e Gestão Industrial, na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, surge na quarta posição com 18,63 valores, e Matemática Aplicada e Computação, no Técnico de Lisboa, encerra o top cinco com 18,35.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.