A Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) divulgou os resultados do concurso individual de bolsas de doutoramento de 2018 em que confirmou a atribuição de 950 bolsas em todas as áreas científicas, de entre as 2.797 candidaturas submetidas. Dessas, 2.540 foram consideradas válidas.

A juntar-se às bolsas individuais de doutoramento de 2018, foram ainda atribuídas pelas instituições académicas 570 bolsas e existem ainda outras cinco bolsas de doutoramento não especificadas no comunicado da FCT a ter início este ano.

No total, foram atribuídas 1.525 novas bolsas de doutoramento, mais 193 do que no ano passado, em que a soma foi de 1.332, naquilo que representa um aumento de 14%.

No entanto e embora tenham vindo a subir gradualmente nos últimos anos, a partir de 2013 o número de bolsas de doutoramento sofreu uma queda abrupta que passaram de 1254, em 2012, para 494 em 2013.

A maioria das bolsas atribuídas (78%) referem-se a planos de trabalho integralmente realizados em Portugal, 18% dizem respeito a bolsas mistas e 4% referem-se a planos de trabalho integralmente realizados no estrangeiro.

Uma vez que os candidatos ainda têm 10 dias úteis para apresentar argumentos junto do painel de avaliação, os resultados ainda são provisórios.

Os projetos de investigação, com os quais os candidatos concorreram à bolsa, têm de iniciar-se entre 01 de setembro deste ano e 31 de agosto de 2019, de acordo com o aviso de abertura do concurso.

O próximo concurso anual para atribuição de bolsas de doutoramento será anunciado no fim de 2018, com o período de candidaturas a decorrer durante o primeiro trimestre.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.