O Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior avança que, no próximo ano letivo de 2020/2021, vão ser abertas ter 2.370 novas vagas em 456 licenciaturas para alunos que terminaram o ensino secundário através de cursos profissionais, assim como de estudantes do ensino artístico especializado.

Em comunicado, o Ministério indica que foram criados três consórcios de instituições de ensino superior que asseguram a realização dos exames para a admissão de alunos pela nova via de ingresso. As provas para admissão decorrem já na semana de 20 a 24 de julho.

Os consórcios integram instituições politécnicas e incluem ainda as universidades dos Açores, Algarve, Évora, Madeira e Trás-os-Montes e Alto Douro. As provas vão realizar-se a 24 de julho no Norte e Sul e no Centro decorrerão entre os dias 21 a 23 do mesmo mês.

A nova via de ensino surge no seguimento de uma das prioridades do Ministério: elevar o nível de qualificação e competências dos portugueses. Assim a medida pretende alargar a base social de acesso ao Ensino Superior aos alunos que não são provenientes de cursos secundários científico-humanísticos. “Atualmente, 45% dos estudantes do ensino secundário frequentam as vias profissionalizantes, mas a sua participação no ensino superior tem-se mantido a um nível muito baixo”, explica o Ministério.

A iniciativa insere-se no objetivo do Governo de garantir que cerca de 40% dos estudantes das vias profissionalizantes sigam estudos no ensino superior, representando cerca de 10.000 inscritos até 2023. Inclui-se ainda o objetivo de alargar a participação de adultos no ensino superior para que representem cerca de 10% dos novos estudantes a envolver em licenciaturas oferecidas pelos Politécnicos e Universidades.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.