Pelo terceiro ano consecutivo em Portugal, o programa apoia ideias que reduzam o impacto negativo no ambiente, destacando-se as áreas das energias renováveis, eficiência energética, agricultura, água, transportes e tecnologia industrial.

Os projetos selecionados vão receber apoio na gestão e validação da ideia de negócio, preparação para apresentação aos investidores e acesso à rede internacional de contactos do ClimateLaunchpad.

A participação garante, ainda, a oportunidade de frequentar um bootcamp de dois dias com um formador certificado, sessões de mentoria, e a apresentação do negócio a um painel de especialistas nacionais e internacionais.

No caso de Portugal, as inscrições podem ser feitas até 8 de abril através de um formulário na página, estando o bootcamp agendado para os dias 3 e 4 de maio.

A final nacional do ClimateLaunchpad 2018 acontece no dia 7 de junho no UPTEC, enquanto a final internacional vai decorrer em novembro em local ainda a definir. O vencedor da competição vai receber 10 mil euros, já o segundo e terceiro lugares vão ter um prémio de 5000 e 2500 euros, respetivamente.

Em 2017, esta iniciativa da Comissão Europeia recebeu cerca de 1000 candidaturas de 35 países.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.