A próxima edição da Web Summit chega a Lisboa já no início de novembro, entre os dias 4 e 7, e até lá mais de cinco 5.000 pessoas vão trabalhar num ambiente de trabalho de 24 horas. O anúncio foi feito por Paddy Cosgrave no Twitter que revelou o arranque da construção da conferência tecnológica.

Entre eletricistas, carpinteiros, engenheiros civis e de iluminação, designers e outros profissionais, até ao dia de hoje já receberam badges cerca de 4.100 profissionais. Quanto a participantes, Paddy Cosgrave falou no início deste mês em cerca de 70 mil e 1.800 startups.

E no que diz respeito a oradores, o CEO do evento confirmou no início de outubro a presença de Margrethe Vestager, conhecida pelo forte escrutínio no que diz respeito à forma como as empresas tecnológicas recolhem e utilizam informação acerca dos seus utilizadores europeus. Este nome de peso surgiu depois de outras confirmações relevantes na área da tecnologia como Brad Smith, presidente da Microsoft, ou Guo Ping, Rotating Chairman da Huawei. Conheça outras figuras conhecidas dos mais de 900 oradores já confirmados.

A Web Summit decorre em Lisboa desde 2016 e vai permanecer em Portugal até 2028, pelo menos. No final da edição de 2018 o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, deixou três desafios para o futuro: fazer cada ano melhor e diferente, criar uma plataforma digital aqui em Lisboa, e não deixar ninguém para trás, servindo comunidades, através de educação digital.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.