Vai realizar-se a 13º edição do RoboParty, um certame totalmente dedicado à aprendizagem na construção de robots. O evento vai decorrer entre os próximos dias 7 a 9 de março no pavilhão desportivo do campus de Azurém, em Guimarães e tem entrada livre ao público. As principais novidades deste ano, são as demonstrações de robots móveis, e as formações acreditadas para os professores (Inteligência Artificial e a Visão por Computador em Python).

A organização é da Universidade do Minho e a botnroll.com e espera-se mais de 500 participantes oriundos de todo o país e ilhas. O evento será pedagógico e pretende ensinar a criar robots móveis autónomos, de uma forma simples e divertida, é referido no comunicado. Os participantes vão levar saco-cama, pois o evento conta com atividades sem parar durante os três dias, desde a apresentação de gadgets, atuações de DJ, torneios de xadrez e ténis de mesa, entre outros desportos.

tek robo party

No início do evento, as equipas recebem um kit em peças do robot “Bot’n Roll One A”. Segue-se a formação básica em eletrónica, programação e mecânica para a construção do protótipo, num ambiente de entreajuda, apoiados por 110 voluntários estudantes de Engenharia Eletrónica Industrial e Computadores.

“Na sexta-feira e sábado há desafios robóticos, onde os participantes põem os seus robots à prova, para demonstrar as suas capacidades. Estas provas não têm qualquer intervenção humana, e consistem em três desafios: obstáculos, corrida e dança, sendo que este último decorre no sábado às 14h30 e tem sempre muito público”, avança a organização.

Em anteriores edições, para além de Guimarães, o Roboparty já passou duas vezes por Lisboa, uma no Brasil, uma na Alemanha e uma no Canadá, tendo já data marcada para um evento na Dinamarca, entre os dias 13-15 de setembro.

A organização refere que a maioria dos participantes compreende uma faixa etária dos 15 aos 18 anos, sendo que o mais novo tem oito anos e o “menos” novo tem 74 anos. Isto tendo em conta a participação de uma equipa da Universidade Sénior Dom Sancho I, de Almada, que tem como membro mais novo um jovem de 67 anos.

No final do evento os participantes levam os robots consigo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.