Chama-se SpaceWay e nasceu pela mão de estudantes da Universidade da Beira Interior como projeto para  participar no ActInSpace, um concurso organizado pela Agência Espacial Francesa, a Agência Espacial Europeia e a Airbus.

As provas nacionais da iniciativa decorreram em simultâneo em 70 cidades de todo o mundo, e pela primeira vez em Portugal e exigiam aos participantes que desenvolvessem, em 24 horas, soluções inovadoras para negócios terrestres com recurso a satélites e tecnologia espacial. E foi isso que a SpaceWay fez, segundo os representantes do Centro de Incubação da ESA em Portugal, da StartUp Portugal e do Gabinete do Espaço da Fundação para a Ciência e Tecnologia, que compuseram o júri.

A ideia portuguesa de criar uma plataforma de disponibilização de dados de satélite 24 horas, recorrendo a uma constelação de microssatélites, com o objetivo de democratizar o acesso aos dados observação da Terra para startups e PMEs segue agora para a final internacional, que decorre no Toulouse Space Show 2018, a 27 de junho.

“A nossa visão é de ajudar ativamente no desenvolvimento do sector espacial português”, referiram em declarações ao SAPO TEK, num país onde “faltam oportunidades e apoios” ligados ao sector espacial em Portugal, principalmente no interior do país, sublinharam. A equipa da Universidade da Beira Interior, constituída de propósito para a competição, acredita que os estudantes desempenham um papel fundamental para que isso aconteça,  “e por isso temos o objetivo de chegar todo o tipo de iniciativas espaciais”.

“Este é o tipo de iniciativas que nos faz raciocinar, pensar fora da caixa, trabalhar em equipa e apresentar a ideia de forma clara e concisa num curto período de tempo. São características que todo o recrutador procura”

Quanto às expectativas para a final, a opinião é de que não será fácil, pelas ideias fantásticas a concurso e pelo nível de maturidade das mesmas. “A nossa ideia nasceu no ActInSpace e por isso ainda poderá estar um pouco ‘verdinha’. Mas temos trabalhado arduamente e, por isso, estamos convictos que não iremos deixar Portugal mal representado. Vamos fazer tudo para ganhar”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.