A cidade do Porto foi selecionada pela Comissão Europeia para desempenhar um papel de liderança naquela que é a segunda edição do Intelligent Cities Challenge (ICC 2.0), integrando um conjunto de 10 cidades-mentoras.

Caberá a este grupo orientar outras 64 cidades - as chamadas cidades core - numa nova jornada de dois anos “para criar estratégias impactantes e desenvolver soluções inovadoras”, refere o departamento de comunicação da Câmara Municipal do Porto.

O Porto é representado no ICC pela Porto Digital, a toolbox do Município para a inovação e transição digital, e pela Direção para a Neutralidade Carbónica, “assegurando que se cumpre, da melhor forma, a dupla transição ecológica e digital da cidade.

A edição anterior do ICC (2020-2022) envolveu 1,9 mil milhões de euros de apoio às ações das cidades do ICC e 247 milhões de euros em investimento público proveniente de fontes da UE, nacionais e regionais, que ajudaram a financiar 336 ações planeadas pelas 136 cidades centrais.

O ICC 2.0 tem por base o sucesso do anterior programa ICC (2020-22) e do Digital Cities Challenge (2018-20), com o objetivo de proporcionar “uma extensa rede de alto nível, um quadro metodológico sólido e fortes mecanismos de apoio”, refere o departamento de comunicação da Câmara Municipal do Porto.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.