O CCISP e a Microsoft assinam esta terça-feira, dia 5 de dezembro, um protocolo de parceria para a criação de uma rede de Academias Microsoft nas Instituições de Ensino Superior Politécnico.

A parceria está a ser preparada há cerca de seis meses e enquadra-se nos objetivos do INCoDe.2030, um programa anunciado em abril último pelo Governo, que envolve vários ministérios e pretende reforçar as competências tecnológicas da população portuguesa, com os olhos postos em futuras oportunidades de emprego.

“Em causa está a mais que identificada falta de recursos técnicos e necessidades de especialização em tecnologia”, referiu Vânia Neto, diretora de Educação da Microsoft Portugal, em declarações ao TEK. “Isto é uma missão que também assumimos como natural para nós, queremos ajudar a aumentar o número de profissionais certificados em tecnologia Microsoft”.

Na prática, o protocolo assinado vai resultar na criação de uma rede de Academias Microsoft onde os alunos das instituições de ensino superior politécnico vão ter formação intensiva e avançada em tecnologia, “desde as competências mais básicas de produtividade, transversais a todas as áreas, às áreas mais de especialização técnica com o objetivo de aumentar a especialização e a certificação dos futuros profissionais”.

No âmbito da parceria, serão criadas cerca de 20 Academias, todos os membros do Conselho Coordenador de Institutos Superior Politécnicos que aderiram. “No total, queremos certificar 55% dos alunos do Ensino Politécnico até 2020: 15 a 20 mil alunos, com certificações MOS, e até 3 mil alunos, com certificações MTA – valores por ano”, acrescentou a responsável.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.