É um facto que grande parte das câmaras compactas avançadas e câmaras de sistema compacto, pelo menos as mais caras e poderosas, podem substituir eficazmente uma câmara reflex. Depende de cada modelo e, essencialmente, do tipo de utilização que damos ao equipamento.

Nesse sentido, é um facto que, ainda para mais a um nível assumidamente profissional, são as reflex (também conhecidas como DSLR). E porquê: porque ainda trazem vantagens claras ao nível dos comandos manuais, que acrescentam possibilidades criativas, da possibilidade de mudarmos de objetiva quando quisermos e da qualidade de imagem, à partida.

Contudo, nos tempos mais recentes é um facto que são várias as câmaras que, mesmo sem integrarem um sistema de espelho (é um dos aspetos principais que distingue as reflex das demais), estão a conseguir igualar as DSLR em praticamente todos os parâmetros. Aliás, modelos topo de gama tanto da Canon como da Nikon baseiam-se num conceito mirrorless e ainda assim incluem um sensor full-frama, o que é sempre sinónimo de qualidade de imagem, certo?

Está assim a ser possível reduzir as dimensões e o peso das câmaras, isto entre várias outras características que já encontramos em todas as principais câmaras profissionais e semi-profissionais. Ou ideais para os fotógrafos mais entusiastas, mesmo que não estejam a um nível profissional.

Não queremos de todo tomar partido ou aconselhar a favor de qualquer um dos lados da “barricada”, o das reflex ou o das mirroless. O nosso foco com este artigo está em listar, simplesmente, as câmaras mais poderosas do momento. Ou pelo menos, aquelas que hoje mais “piscam o olho” aos amantes da fotografia (e do vídeo!) mais fervorosos.

Verdadeiros objetos de desejo, com preço a condizer, e que pode encontrar na galeria de sugestões mais acima neste artigo. O investimento é avultado em qualquer dos casos, mas a garantia de desempenho acima da média está lá, isso é certo.

Para terminar, uma espécie de alerta que qualquer fotógrafo deve ter em conta quando está decidido a trocar de câmara: atente no formato e na compatibilidade entre corpo e objetiva, e não só no que diz respeito a marcas diferentes. É que alguns modelos mais recentes de várias marcas apresentam novos formatos de lentes, o que faz com que alguns até sejam vendidos com adaptadores do género incluídos no pack.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.