É impressionante a quantidade e qualidade que o mercado da eletrónica de consumo de hoje apresenta no que diz respeito a coluna e pequenos sistemas de som sem fios e dotados da tecnologia Bluetooth para emparelhamento com o smartphone e outros equipamentos compatíveis.

Talvez os modelos mais versáteis sejam aqueles que são portáteis, compactos, leves e flexíveis, pensados para ouvir música onde quer que esteja. Nestes casos, a autonomia é o ponto mais importante a analisar, logo a seguir à qualidade de som. Não espere muito neste capítulo caso a coluna seja a mais pequena e leve que já viu...

Por outro lado, há os sistemas de som Bluetooth mais fixos, passamos a expressão, sendo que muitos portáteis, por poderem estar continuamente ligados à corrente elétrica, também se enquadram neste grupo. Aqui a qualidade de som sobe bastante na maior parte das vezes, como seria de esperar, tal como o peso, as dimensões e a originalidade do design, muitas vezes.

Isto para não referir que, se excluirmos as colunas Bluetooth mais convencionais, por assim dizer, praticamente todos os sistemas de som domésticos de hoje contam com o Bluetooth como tecnologia para emparelhar com terminais móveis, aqueles que são agora a nossa principal fonte de som.

São exemplo disso quaisquer conjuntos home cinema, barras de som, sistemas hi-fi e até autorrádios, além de outros gadgets mais "fora da caixa": olhe para as lâmpadas LED da Sengled, que apresentam modelos com colunas JBL integradas.

Recuando um pouco, é precisamente ao design que queríamos chegar, visto que surge recentemente uma tendência para que muitos sistemas de som Bluetooth assumirem um look que nos lembramos de dispositivos de eletrónica de outros tempos.

Percorra a galeria abaixo e perceberá o conceito apenas de olhar para estes sete modelos. No fundo, tirando o aspeto e algumas características inerentes ao design, podemos dizer que estas colunas servem os mesmos propósitos e contam com as mesmas funcionalidades. Mas o que devemos procurar num dispositivo do género?

O que considerar?

De um modo muito resumido, o principal é a relação entre a qualidade de som, o preço e as dimensões/estrutura do equipamento. Aqui, para ter acesso ao melhor terá de alargar o orçamento... Depois, alcance q.b. e emparelhamento sem falhas. Mais no caso das colunas portáteis, é importante garantir que a reprodução não falha quando, por exemplo, o smartphone está a viajar na mochila.

Por fim, algumas funcionalidades extra: a capacidade para gerir chamadas de voz tipo sistema mãos-livres, ligação auxiliar de 3,5 mm, modos de som que ajudem a moldar a sua música em função do espaço e a existência de apps móveis que adicionem vantagem durante o uso da coluna.

Se conseguir encontrar tudo isto e ainda o look retro que serve de base à decoração da sua casa, como nestes seis casos, então o desafio foi superado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.