Um estudo divulgado no mês passado revelava que o iPad é 53 vezes mais usado que o concorrente mais próximo, o Galaxy Tab da Samsung. Se em Julho do ano passado o dispositivo da Apple era usado por apenas 0,23 por cento dos internautas que se ligavam à Internet, quase um ano depois assegura acesso Web a um por cento dos internautas analisados numa pesquisa da NetApplications, divulgada hoje.



Tamanho sucesso e predominância no mercado asseguram à Apple a preferência dos programadores interessados em desenvolver aplicações para este emergente mercado de tablet PCs. Se as previsões dos analistas deixassem margem para dúvidas, os números falam por si e mostram que o número de apps desenvolvidas de raiz para a nova plataforma, ou optimizadas para aquelas dimensões de ecrã, aumentam em ritmo acelerado.



Os contributos chegam de vários sectores de actividade e de vários países e Portugal não é excepção. A assinalar a marca das 100 mil Apps para iPad damos hoje destaque a uma selecção de aplicações com selo nacional, que têm conseguido destacar-se na loja da Apple.



Na liderança do Top nacional - em português - estava esta manhã a LaFora, uma aplicação lançada pela Optimus no final de Junho. Trata-se de um guia turístico que promete levar o utilizador às melhores paisagens naturais do país.



Estão listadas nesta aplicação móvel disponível para iPad, iPhone e iPod Touch 4.500 locais de interesse paisagístico, onde se incluem lagos e lagoas, áreas protegidas, cascatas e quedas de água, rios e albufeiras, miradouros, aldeias típicas, parques e jardins, entre outras sugestões.



Para cada entrada considerada nesta aplicação gratuita e com ligação ao Facebook, há uma descrição detalhada, a par com informação sobre como chegar, serviços disponíveis, etc.

[caption]Nome da imagem[/caption]

Dias antes, a operadora também lançou a Praiar - um guia de praias do país - igualmente bem recebido pela comunidade de utilizadores do iPad.



Mais antiga, foi lançada há cerca de um ano, a Vamos Sair é outra referência nacional nos ecrãs móveis da Apple, tendo liderado o Top nacional de downloads por diversas vezes. Mesmo sendo uma aplicação paga (custa 0,79 euros).



Este guia, criado pela Bliss Applications permite seleccionar locais por distrito e encontrar eventos de interesse em áreas como exposições, dança, música, entre outras. Na última versão o guia ganhou ainda um directório de restaurantes.

[caption]Nome da imagem[/caption]

Esta área dos guias de lazer é aliás uma das que tem garantido mais sucesso às empresas que apostam no desenvolvimento de apps para as plataformas móveis da Apple (e não só), provavelmente por ser também uma daquelas áreas onde a concorrência internacional não tem uma palavra a dizer, deixando maior margem para que os projectos nacionais possam dar nas vistas.



Outro exemplo na mesma linha é o Appetite, lançado há alguns meses pela SuperBock, mas existem mais.



Outro parceiro português bem activo nas lojas de aplicações online é o Sapo, que no universo do grupo Portugal Telecom, ou com parceiros, tem desenvolvido diversas aplicações para usar no smartphone ou no tablet. Especificamente vocacionadas para o iPad, conta neste momento com algumas propostas. Vale a pena destacar o Banca Sapo, para quem quer manter-se actualizado relativamente às manchetes que fazem as capas dos jornais ou, mais recente, o Casa Sapo, que garante acesso em mobilidade ao portal imobiliário com o mesmo nome.

[caption]Nome da imagem[/caption]

Na área das finanças vale a pena destacar a app Dinheiro Vivo, que também ganhou popularidade rapidamente. Do grupo Controlinveste, esta aplicação permite seguir de perto o ritmo dos mercados de capitais e os negócios que diariamente animam a economia. Tem acesso gratuito e chegou primeiro ao iPhone, mas também já tem uma versão optimizada para iPad.

[caption]Nome da imagem[/caption]

De uma área completamente diferente, mas igualmente bem sucedida, a eNature da EDP também já teve os seus momentos altos no top de downloads da loja de aplicações da Apple.

Igualmente gratuita e compatível com os três tamanhos de ecrã dos dispositivos da fabricante norte-americana (iPad, iPod e iPhone), a eNature - lançada a propósito do dia da arvore - pede ao utilizador que tire partido da sua energia para criar e plantar arvores … virtuais. Mais uma vez a integração com o Facebook está garantida e permite a quem decide plantar uma árvore e faze-la crescer (abanando o dispositivo) exibi-la na rede social.

[caption]Nome da imagem[/caption]

Juntam-se depois aos sucessos do momento outras opções, que procuram dar nas vistas pela diferença. É o caso das histórias de embalar criadas pela Lisbon Labs, que prometem dar um novo sentido aos momentos das crianças que não passam sem uma história antes de dormir.

[caption]Nome da imagem[/caption]

Pode encontrar muitos outros exemplos, entre apps desenvolvidas de raiz para o iPad e apps que, tendo como plataforma de eleição o iPhone, também funcionam no tablet. No Apps Portugal, por exemplo, está listada quase uma centena. Vale a pena sublinhar que nas referências que aqui deixámos hoje, como em várias outras aplicações, estão também disponiveis versões para outras plataformas, como o Android.



Agora sim fechamos, com a sugestão habitual aos leitores: usem a caixa de comentários para dar nota de mais aplicações com selo nacional que valha a pena destacar.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.