Foram esta semana anunciados os vencedores da 5ª edição do Prémio Nacional Multimédia, relativa ao ano 2009. A iniciativa, da responsabilidade da Associação para a Promoção do Multimédia e da Sociedade Digital (APMP), acaba por funcionar como uma montra de propostas interessantes, e "made in Portugal", que o TeK hoje passa em revista.

O objectivo é "destacar e reconhecer o valor da produção multimédia nacional e premiar o talento, a ousadia, a criatividade e a perspectiva empresarial dos profissionais deste sector", nas palavras da organização.

O concurso distribui-se por sete categorias e distingue também uma personalidade pela sua contribuição para o desenvolvimento da Sociedade de Informação. Este ano, o Prémio Personalidade coube ao director da YDreams.

Os responsáveis pela entrega do galardão a Ivan Franco destacam o "trabalho inovador e criativo em projectos de interactividade e computação ubíqua" e incluem o profissional naquilo a que chamam "uma nova geração de engenheiros-artistas" - olhando também ao seu "percurso como compositor de música electrónica e artista digital focado no desenvolvimento de novos interfaces com as máquinas".

A empresa que Ivan Franco ajuda a dirigir também mereceu a preferência do júri, tendo vencido na categoria Informação e Comunicação, com o projecto que desenvolveu para o Centro de Visitas da Ciudad Grupo Santander, em Madrid.

[caption]Centro de Visitas da Ciudad Grupo Santander[/caption]

Aqui, uma família de cinco robôs autónomos recebe os visitantes, que acompanham até ao seu destino. Numa "área mais exploratória" do complexo foram instaladas aplicações multi-utilizador que permitem, por exemplo, explorar uma maqueta da Cidade Financeira através de um sistema de realidade aumentada, ou, com recurso a uma parede interactiva de 12 metros, ficar a conhecer a história do Grupo Santander.

Para avaliar por si próprio o trabalho em questão, pode deslocar-se a Espanha, ou conferir mais detalhes, imagens e vídeos no site da YDreams, com ligação directa para o espaço dedicado a este projecto, aqui.

Já no caso de querer ficar a conhecer os resultados práticos do próximo projecto não precisa de sair de Portugal, basta olhar para a mudança radical de "abordagem" às novas tecnologias que foi feita pelo Diário Económico, depois de ter mudado de mãos e de imagem, em 2008.

A responsável pelo desenvolvimento de "uma plataforma tecnológica integrada" para a marca, onde se incluem corporate TV, portal e versão optimizada para mobile, chama-se Mobbit Systems, e ganhou na categoria Plataformas e Suportes Tecnológicos.

[caption]Diário Económico online[/caption]

Entre outras características do projecto, o pioneirismo do site Económico, onde é possível, por exemplo ler o jornal como se de uma versão impressa se tratasse, ou personalizar quais os conteúdos a mostrar e a sua localização na página, são descritos numa apresentação do projecto, na secção "casos" do site da Mobbit.

Também na área das plataformas online, mas com enfoque no Comércio Electrónico, foi premiada a loja virtual do calçado de Luís Onofre, concebida pela e-Commerce & Quality Contents, de Contacto Mais, Soluções de e-Marketing.

[caption]Loja Virtual Luis Onofre[/caption]

"A virtualização dos conteúdos, a "tangibilização" da informação, a aposta em novas técnicas de tratamento da imagem - imagens 3D, 360º, timeslice e todos estes formatos combinados com estereoscopia na TV, mobile e internet", foram os objectivos prosseguidos pela empresa.

No campo da Educação e Formação o prémio vai para o projecto "1 Minuto Astronomia", concebido no âmbito do Projecto chave do Ano Internacional da Astronomia 2009, que colocou figuras públicas como Nicolau Breyner, Sérgio Godinho, Sílvia Alberto e Nuno Markl a falar de ciência.

[caption]1 Minuto Astronomia[/caption]

Trata-se de uma série televisiva composta por treze episódios, com transmissão na RTP e também disponível online. A linguagem simples e o recurso a figuras conhecidas são dois dos factores que ajudaram a garantir o sucesso da iniciativa, assume a directora executiva do Science Office, que concretizou a série.

"O primeiro magazine de entretenimento, exclusivamente online" é como os criadores classificam o trabalho. Chama-se Beat Generation, foi criado beActive Enternainment e vence na categoria Entretenimento.

[caption]Beat Generation[/caption]

Disponível através do portal Sapo, consiste em cinco programas semanais com a duração média de cinco minutos cada, onde são apresentadas "as últimas novidades nas áreas do entretenimento, televisão, cinema, lifestyle etc, com irreverência, bom humor e boa disposição", garantem os "implicados".

A próxima iniciativa propõe o casamento entre a tecnologia e a arte.".txt" é como se chama o projecto, que é descrito como uma "obra performativa interactiva mediada por várias tecnologias sensoriais que explora formas de linguagens artísticas transversais contemporâneas".

[caption][/caption]

Da autoria de Fernando Nabais, conta com a parceria da YDreams, que desenvolveu a forneceu a tecnologia usada em palco, onde sem misturam"paisagens sonoras interactivas", composições visuais" e "coreografia em tempo real".

A APMP dedica ainda uma categoria aos trabalhos desenvolvidos pelas escolas, o Prémio Sony Escolas (HD), no âmbito do qual foi este ano escolhido o projecto "Na Pele de…", concebido pela turma 14 do 3º ano da Escola Profissional de Artes, Tecnologias e Desporto. Neste filme interactivo, com uma componente de jogo, o visitante é convidado a, na pele do personagem escolhido, resolver uma série de desafios que lhe são propostos.

[caption][/caption]

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.